Neste mês a Cervejaria Handwerk, de Ibirama/SC, lançou sua nova cerveja, a Love Russia, uma Russian Imperial Stout com 10% de teor alcoólico. A loja Mestre-Cervejeiro.com de Balneário Camboriú fez o lançamento exclusivo na região do chopp da Love Russia, um nome sugestivo à história do estilo. 

Ela é perfeita para quem gosta de cervejas encorpadas. Com toque licoroso, bastante cremosidade no líquido e na espuma, sabor e aroma de café, chocolate e licor e com amargor de torrefação bem presente no retrogosto. Experimente harmonizar com chocolate ao leite ou amargo e você vai descobrir o que é Paraíso :)


A Handwerk deve lançá-la em breve em garrafa. Apesar de ser um estilo encorpado e complexo, a Love Russia da Handwerk ficou muito equilibrada. Esse é o tipo de cerveja que só fica melhor ao esquentar no copo e não deve ser consumida tão gelada. A temperatura ideal para gelar é entre 8 e 10ºC e fica melhor tomá-la quando estiver uns minutos fora da geladeira. 

Saiba mais sobre o estilo Russian Imperial Stout

Conhecido também como Imperial Stout simplesmente, é um estilo com uma longa história. Sua origem é parecida com a das Imperial IPAs. No final do século 18, as cervejarias britânicas começaram a exportar cervejas do tipo Pale Ale para suas tropas na Índia e Ales escuras, como Stout e Porter, para a região do Báltico. Essas cervejas tinham que ter um caráter mais forte no lúpulo, e consequentemente no malte para equilibrar, ficando assim mais alcoólicas, para aguentar a viagem. Surgiram aí dois estilos diferentes. 

Durante o século 18 as Porters e Stouts se tornaram muito populares na Inglaterra. A indústria marítima da Inglaterra estava, com o perdão do clichê na expressão, de vento em popa e, com isso, as rotas de transporte facilitadas no Mar Báltico permitiram que as cervejarias enviassem suas mercadorias a inúmeros portos, como Escandinávia, Alemanha, Polônia, países Bálticos e Rússia ocidental. Cervejarias experientes e espertas aproveitaram a demanda do exterior e fizeram adaptações para deixar suas cervejas mais encorpadas para o promissor mercado.


As Stouts mais potentes fizeram muito sucesso na Rússia, onde combinaram perfeitamente com o clima frio. O viajado Czar Pedro, o Grande, foi o grande incentivador da importação das cervejas inglesas para a Rússia. As Stouts fortes eram adoradas pela corte. E convenhamos, as Imperial Stouts desde sua origem realmente têm algo de nobre, requintado, luxurioso e luxuoso, não é mesmo? É um estilo que aquece, inspira, excita e surpreende. Ideal para ser consumida com tempo e bem devagar em um momento especial. 

No ano de 1781 a empresa Barclay Perkins começou a exportar sua Stout forte, mais parecida com as que temos hoje, para a região do Báltico e quando a imperatriz russa Catarina II a descobriu, foi amor ao primeiro gole. Assim começou a fama real desse tipo de Stout mais potente, que ganhou o nome de Russian Imperial Stout.

Se você ainda não provou esse estilo, não perca tempo. Experimente e se surpreenda. E não se esqueça de brindar à Rússia por popularizar as Imperial Stouts! 

Maria Fernanda Gottardi.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277



COMENTE ESSA HISTÓRIA