Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Ontem fui a Ressacada, no camarote 23 do meu amigo e sócio Carlinhos Corsini, assistir o empate entre o Avaí X Flamengo. Penso que uma partida de futebol onde tenha a presença da torcida do Flamengo ou Corinthians já vale a pena pelo espetáculo que proporcionam, mas o jogo não foi tudo aquilo que se espera de uma equipe da tradição e do elenco rubro negro. O Avaí só não venceu pela interferência externa que, mesmo proibida pela FIFA, foi sim utilizada na anulação do pênalti no final da partida. 

Mentiroso


O chefe da comissão de arbitragem da CBF o coronel Marcos Marinho afirma que não houve interferência externa na decisão de anular o pênalti marcado. Devo dizer que o coronel é um mentiroso, pois qualquer criança que estava no estádio e principalmente aqueles que assistiam TV enxergou que após quase três minutos de paralisação veio o comunicado de que os comentaristas da globo acharam que não houve força necessária no toque de braço no atacante do Avaí para que ele caísse. Uma vergonha. 

Prejuízo

Uma coisa é você anular um gol que estava impedido e após consultas externas salvar a arbitragem e fazer justiça na partida. Outra é decidir se houve ou não um pênalti pelos comentaristas da globo que por sinal geralmente erram. Falei com o Diego Tavares e ele percebeu o seu braço entrelaçado com o do Everton e caiu. Fosse um lance fora da área nenhum flamenguista reclamaria, afinal realmente foi duvidoso, portanto prejuízo total ao nosso Avaí que já foi prejudicado pela arbitragem na estreia contra o vitoria.    

Flamengo

O técnico Zé Ricardo, ainda prestigiado pelo presidente do clube, não consegue dar um padrão de jogo ao Flamengo mesmo com jogadores de nível técnico acentuado. É claro que logo ira encaixar, pois alem de ter no time Rever, Juan, Willian Arão, Diego, Damião, Everton e o valorizadíssimo Vinicius Junior ontem não atuaram o goleiro Muralha, o zagueiro recém-contratado Rodolfo, o meia Conca e os atacantes Everton Ribeiro e Paolo Guerrero. O acerto da equipe é uma questão de tempo. 

Equilíbrio


Apesar de ter perdido as duas ultimas partidas a nossa Chape se mantém no G4. Ontem contra o Ponte Preta, em Campinas, no primeiro tempo chegou a ter quase 70% de posse de bola o que nos mostra que apesar da derrota atuou bem. E claro que o técnico Wagner Mancini terá que achar um equilíbrio maior da equipe, pois seu sistema defensivo vem sofrendo muitos gols. O Corinthians segue na liderança embora nem o seu mais fanático torcedor esta convencido de que será uma equipe imbatível .

Um forte abraço!  

Roberto Ferreira.

  


COMENTE ESSA HISTÓRIA