Gostei bastante a atuação da nossa seleção brasileira diante do Equador. Não pela apresentação em si, porém e mais importante, foi a persistência da organização da equipe diante de uma forte e por vezes violenta marcação equatoriana e a dificuldade de furar o bloqueio adversário. Tite mais uma vez foi fundamental. Com a entrada do Philippe Coutinho adiantou os dois laterais, prendeu o volante Paulinho e conseguiu abrir a defesa adversária e por consequência os dois gols que nos deram a vitória.

Vencendo e convencendo

A campanha da nossa seleção nas mãos do Tite é extraordinária. São nove vitórias consecutivas em nove jogos e a garantia da classificação na primeira colocação ainda faltando três rodadas para terminar a eliminatória. E não é só isso. A seleção vem vencendo e convencendo, muito diferente do que estávamos acostumados nas Eras Mano Menezes, Luis Felipe Scolari e Dunga, em que prevalecia brutucus e jogadores de qualidade duvidosa quase sempre convocados para agradar empresários. 

Variações

Com a classificação garantida, penso que o Tite poderá observar mais atentamente alguns atletas que vem se destacando e não vem tendo oportunidades. Variações de esquemas também acho importante, afinal hoje todas as comissões técnicas estudam adversários e com certeza, a cada jogo teremos dificuldades para sair da forte marcação dos adversários que geralmente se aproveitam da chamada arbitragem sul americana que pune muito mais reclamações do que pontapés ou a quantidade excessivas de faltas. 

Última cartada 

Bruno Rodrigues se mantém confiante. Foto: Divulgação JEC

Por aqui o nosso Joinville joga a sua última cartada para conseguir passar para a próxima fase da Serie C, em Bragança Paulista, onde enfrenta o Bragantino. Se vencer, continua com chance, porém o que mais pega é que fora da Arena, o JEC não venceu nenhuma partida na competição e o pior, se perder corre o risco de ser alcançado pelo próprio Bragantino e ficar na obrigação de vencer a última partida em casa para escapar de mais um rebaixamento. Aí seria o fim!

Serie B

Na nossa Serie B o Hercílio Luz venceu o 1º turno e está no quadrangular final, mas perdeu força e ontem seu treinador. Marcilio Dias, Concórdia, Camboriú e Guarani brigam por três vagas e este panorama não deve ser alterado ate as últimas rodadas, já que os demais competidores já ficaram muito atrás. A competição está equilibrada. O nível técnico não é dos melhores, entretanto o fato da limitação do número de atletas acima de 23 anos poderá e deverá revelar alguns bons jogadores para grandes equipes.            

Roberto Ferreira.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277




COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais