Divulgação

Mesmo jogando em casa e embalado pela classificação para as quartas de final da Copa do Brasil durante a semana, o Grêmio suou para vencer o Vasco por 2 a 0 neste domingo, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mostrando pouca criatividade, o time gaúcho teve dificuldades para furar a retranca cruz-maltina. O Tricolor saiu na frente no 1º tempo em um pênalti de Wellington em Pedro Geromel, convertido por Lucas Barrios. Armado para jogar nos contra-ataques, o Gigante da Colina mostrou disposição e chegou a levar perigo ao gol adversário em diversas ocasiões. Nos acréscimos do 2º tempo, o Grêmio, enfim achou espaços na defesa vascaína. Após bela troca de passes, Gastón Fernández tocou de calcanhar para Luan selar a vitória do Imortal.

Com o resultado, o Tricolor chega aos nove pontos, e fica em terceiro, atrás de Chapecoense e Corinthians, ambos com dez. Já o Vasco ficou estacionado nos seis pontos, na 10ª colocação. Na próxima rodada, o Grêmio vai a Santa Catarina encarar a Chapecoense, na quarta-feira, 21h45. No mesmo horário, o Vasco recebe o Corinthians em São Januário.

O jogo

O Grêmio começou a partida com o controle da bola, enquanto o Vasco esperava na defesa. Apesar da maior posse, o tricolor gaúcho não conseguia ameaçar o rival e foi o time carioca primeiro que chegou com perigo, em cabeçada de Paulão e chute de Manga raspando a trave, nos primeiros 15 minutos. A partir daí, o Grêmio retomou o controle e teve suas chances, principalmente em chutes de Ramiro e Pedro Rocha. Até que aos 36, após cobrança de escanteio, o estreante Wellington derrubou Pedro Geremol na área e o árbitro marcou pênalti. Lucas Barrios pegou a bola, deslocou o goleiro Martín Silva e colocou o Imortal na frente.

O Vasco voltou do intervalo com Thalles no lugar de Manga. Em busca do empate, o Cruz-Maltino começou melhor e ameaçou o gol do Grêmio, duas vezes com Mateus Vital, uma em cruzamento que Kannemann quase marcou contra, e outra em rebote após chute de Kelvin. Apesar do bom momento, Milton Mendes fez suas duas últimas substituições antes dos 20 minutos, colocando Guilherme e Nenê nos lugares de Mateus e Wellington. As mudanças, porém, não surtiram muito efeito e o Grêmio retomou o controle da partida. Nos minutos finais, Renato Gaúcho pôs Maicon, Edílson e Gaston Fernandez nos lugares de Barrios, Ramiro e Arthur para dar sangue novo ao Tricolor. Aos 39, após cruzamento de Léo Moura, Luan bateu pro gol, e Henrique se jogou de carrinho para tirar. Aos 46, Nenê ainda tentou cavar um pênalti, mas levou amarelo. Milton reclamou com o árbitro e acabou expulso. E no minuto seguinte, Luan selou a vitória após toque de calcanhar de Gastón.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)



COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais