O barco Team AkzoNobel foi o vencedor da sexta etapa da Volvo Ocean Race 2017-18, percurso entre Hong Kong (China) e Auckland (Nova Zelândia). Com a brasileira Martine Grael a bordo, a equipe cruzou a linha de chegada na manhã desta terça-feira (27), após uma disputa milha a milha com o Sun Hung Kai / Scallywag pela vitória.

A próxima etapa da competição é rumo ao Brasil. O resultado, além de um dos mais apertados de todas as edições do evento, foi histórico para a vela nacional, já que a campeã olímpica da Rio 2016 se tornou a primeira brasileira a vencer uma perna da Regata de Volta ao Mundo.

"Sentimento incrível de ganhar uma perna em Auckland", comemorou Martine Grael.

"Foi um clima muito tenso antes da chegada aqui na Nova Zelândia. Teve vento fraco, todo mundo se aproximando por trás com mais vento e foi muito tenso nas últimas 24 horas. Parecia uma pulga que não queria sair!".

Rumo a Itajaí

A próxima etapa da competição terá como destino final o Brasil. Os barcos partem no dia 18 de março de Auckland rumo a Itajaí.

A etapa vale pontuação dobrada e terá desafios pelos mares do sul como os limites de gelo, ondas gigantes e ventos fortes.

O primeiro a contornar o Cabo Horn ganhará uma pontuação extra. Itajaí representa pela terceira vez Santa Catarina e o Brasil na Volvo Ocean Race, o maior evento de vela do mundo. Só em 2015, 350 mil visitantes participaram do evento em Itajaí.

A Vila da Regata brasileira ficará aberta ao público de 5 a 22 de abril de 2018 e a previsão é que os primeiros barcos cheguem ao litoral catarinense no dia 8 de abril. No dia 20 de abril será realizada a In-Port Race, uma competição que é realizada nos locais de parada. No dia 21, os barcos estarão abertos ao público e, no dia 22, será a partida das equipes de Itajaí rumo a New Port (EUA).

COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais