Com cerca de 130 crianças e mais de 50 voluntários, o evento arrancou sorrisos e olhares emocionados de todos.

A emoção tomou conta de Natalia Feijó Joven, avó de Pedro de sete anos. Ela foi acompanhar o neto no evento, que segundo ela, foi muito aguardado por Pedro, que participou pela primeira vez. "Ele tá muito feliz, empolgado, acordou cedo. E tá ali no meio do pessoal, aguardando ansioso a vez dele", contou.

Emerson de Oliveira, pai de Joaquim de oito anos, também destaca a importância de ter o festival e abranger tantas crianças. "Ele adora praia, adora o mar e já participa desde a primeira edição. É muito importante esse evento, porque trata de inclusão através do esporte e movimenta muitas crianças’’, finaliza Emerson.

Robson Schumacher Júnior, patrocinador e um dos voluntários presentes, participou das quatro edições e destaca o amor que envolve os voluntários e alunos. ‘‘É uma data que renova as energias pro resto do ano. Tu cede um tempo pra eles, mas recebe mil vezes mais esse amor. Eles já esperam a gente, lembram da gente de outras edições. O evento é benéfico para todos", garantiu.

O organizador do evento, Túlio Ferri destaca o aumento na procura para inscrição e o apoio de todos os presentes. "A gente tem o pessoal profissional de surf. Juiz profissional, locutor profissional. A gente faz modelo de campeonato de surf com baterias, lycra com nome e cor, mas eles sempre tiram nota 10 e ficam em primeiro lugar, ganhando medalha", explicou.

Túlio ainda destaca uma novidade no ano. ‘‘Jovens e adolescentes com Síndrome de Down foram treinados para ser voluntários no evento. Além disso, com três deles dando as notas e tendo a bateria deles no mar também".

A superintendente da Fundação Municipal de Esportes de Balneário Camboriú, Mariana Dalvesco, destaca o movimento de inclusão através do festival. ‘‘Parabenizar o Túlio, colaboradores, voluntários e participantes que tiveram iniciativa desse evento. O festival vem crescendo a cada edição e vem ao encontro com o que nós, da FMEBC, temos como ideia de inclusão através do esporte", disse reconhecendo a iniciativa.

O Festival de Surf para Autistas é organizado por Túlio Ferri da Surf Escola BC e Associação de Pais e Amigos dos Autistas (AMA), patrocinadores e Prefeitura Municipal por meio da Fundação de Esportes (FMEBC).


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais