Entram em funcionamento nesta segunda-feira (15) 23 novos leitos para tratamento da Covid-19 na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro Integrado de Saúde (CIS). A ampliação é uma das estratégias adotadas pelo Município de Itajaí para enfrentar o agravamento da pandemia em todo país. Destes novos leitos implantados, 20 são destinados a observação de longa permanência e três para estabilização de pacientes (semi-UTI).

> Leia mais notícias sobre Coronavírus

Neste domingo (14), a equipe da Secretaria de Saúde de Itajaí, acompanhada pelo prefeito Volnei Morastoni, vistoriou a implantação dos novos leitos no CIS, que já estão equipados para entrar em funcionamento. Com a ampliação, a unidade ficará com 50 leitos de observação adultos, quatro leitos de observação pediátricos, oito leitos de estabilização adultos (semi-UTI) e um leito de estabilização pediátrico. Caso seja necessário, alguns leitos já podem ser usados neste domingo.

“Nos últimos dias, a situação da pandemia tem se agravado na região, com lotação das UTI e leitos de observação na UPA CIS. Estamos ampliando as estruturas de atendimento, mas sabemos que isso não será suficiente se não houver colaboração da população, respeitando as medidas preventivas, como isolamento e distanciamento social, uso de máscara e higiene das mãos. É preciso o apoio de todos para salvar vidas”, reforça o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

Além dos novos leitos, a equipe definiu a implantação de melhorias no complexo, como ampliação da rede de oxigênio, melhoria da capacidade elétrica e no acesso ao raio-X e tomografia para usuários internados. Também serão adquiridas dietas enteral e parenteral para tratamento de pacientes graves.

Outra definição foi a contratação de fisioterapeuta com especialização cardiorrespiratória para atendimento na UPA CIS e reforço das rotinas de trabalho com a equipe de enfermagem. A Secretaria ainda vai destinar uma equipe de psicologia e assistência social para dar suporte a familiares de pacientes e profissionais de saúde que estão na linha de frente.

Após a vistoria dos novos leitos, o grupo de gestores discutiu a implantação de mais leitos de semi-UTI no Centro Municipal de Apoio à Covid-19 no Centreventos diante do agravamento da situação. O local deve ficar pronto na segunda quinzena deste mês para atendimento aos moradores da cidade. Também foi recomendado o incentivo ao uso de protocolos precoces para a população, bem como a ampliação do serviço de transporte disponibilizando uma ambulância para UTI Móvel e uma para remoções simples.

COMENTE ESSA HISTÓRIA