O dia 30 de novembro foi a data definida pelos membros do colegiado do processo de revisão do plano diretor de Balneário Piçarras para apresentar e debater o resultado do trabalho com a comunidade. A audiência pública será na Escola Municipal Professora Francisca Borba, às 19h.

Todo o material que será apresentado na audiência pública, junto do regulamento, já está disponível para acesso online, no portal da prefeitura (www.picarras.sc.gov.br). Aos interessados em formular questionamentos e propostas a serem discutidas, deverão inscrever-se até o dia 29 de novembro à Secretaria de Planejamento de Balneário Piçarras.

De acordo com a Presidente do Colegiado, Carolina Ferreira, a data limite é necessária para que haja tempo hábil às análises técnicas "O prazo é para que os profissionais responsáveis pela elaboração do anteprojeto de lei possam receber a sugestão ou questionamento e levar a audiência já com uma análise técnica", explicou.

O Prefeito Leonel Martins exaltou a necessidade da participação popular na audiência pública "O processo está sendo extremamente democrático. É de grande importância a participação de todos aqueles que amam a nossa cidade para que possam debater o futuro de Balneário Piçarras".

A nova lei do Plano Diretor definirá a política de desenvolvimento sustentável do município, a partir das premissas, diretrizes e objetivos da política de desenvolvimento de Balneário Piçarras, de forma a integrar o processo de planejamento municipal. "O trabalho realizado objetiva o fomento ao comércio nas principais vias e a verticalização coerente do município", exalta Deisy Cristine da Silva Martins, Secretária de Planejamento.

Revisão do Plano

O trabalho de revisão iniciou em janeiro de 2016 e durou quase dois anos com reuniões, oficinas de trabalho, palestras temáticas e muita troca de ideias. Os delegados que fazem parte do colegiado foram divididos entre representantes de diversos segmentos da cidade, como: movimentos sociais, empresários, trabalhadores, organizações não-governamentais, entidades profissionais, acadêmicas e pesquisa e poder público. Ao todo, foram 28 representantes eleitos pela própria comunidade e 24 indicados pelo poder público.


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA