O local seguirá um sistema do tipo Warehouse Management System (WMS), ou Sistema de Gerenciamento de Armazém. A inauguração do CIAD faz parte do calendário de comemorações dos 54 anos de Balneário Camboriú.

O CIAD será gerido por uma empresa terceirizada, Branet Gestão de Logistíca em Saúde LTDA, que será responsável pela logística de recebimento, distribuição e gestão dos almoxarifados das secretarias de Educação, Obras, Saúde e Desenvolvimento e Inclusão Social. O Município investirá R$ 1.078.999,92, ao ano, no serviço.

“Nosso principal objetivo é ter um controle melhor dos produtos, principalmente de mercadorias perecíveis. Também reduziremos os custos com galpões, que eram alugados unificando tudo em um só lugar. Além disso, os funcionários efetivos que eram responsáveis por fazer esse serviço foram realocados para outras áreas. É um processo de modernização que logo será estendido para outras secretarias”, comentou a secretária de Gestão Administrativa, Karine Gomes.

Os produtos estão sendo devidamente armazenados em um galpão, localizado na Rodovia BR 101 km 131, Marginal Oeste, Trade Park – Galpão B8, separado por secretarias, identificados por etiquetas com código de barras e colocado em prateleiras posicionadas com “endereço” para a fácil localização. A empresa possui quatro veículos (um caminhão, uma van, uma Fiorino e uma motocicleta) para fazer o transporte até a unidade que solicitou o pedido.

“Estamos cadastrando todos os materiais nas próprias secretarias, que estão juntamente fazendo a conferência para ver se todos os itens estão corretos. Depois de tudo organizado, as compras feitas pelas secretarias chegarão direto aqui no CIAD para organizarmos. Itens que vão vencer em até 30 dias, por exemplo, ou que faltarão na demanda é avisado pelo sistema”, explicou a diretora técnica da Branet, Thaise Marcon Cirimbelli.

As unidades fazem os pedidos através do sistema e um responsável designado pela secretaria faz autorização, a empresa separa os produtos e encaminha para as unidades. Também através do sistema, as secretarias acompanhem em tempo real o estoque. “Vale salientar que teremos controle dos gastos mensais de cada secretaria, caso ocorra um gasto excessivo em determinado mês, deverá ser justificado o mesmo, evitando o consumo desnecessário”, disse a diretora de Patrimônio, Claudineia da Costa Wolff.


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA