A Secretaria Municipal da Fazenda solicita, no prazo de 60 dias, a atualização cadastral de cerca de mil empresas. De acordo com a diretora do setor, Nadine Dirschnabel, as instituições constam nos registros da Prefeitura pendentes de regularização. Em alguns casos os empreendimentos já se encontram suspensas, canceladas, baixadas e até mesmo falidas.

"Sem essa atualização cadastral essas empresas geram lançamentos de taxas e tributos indevidos, que se tornam dívidas sem embasamento jurídico para serem cobrados. Nosso intuito é fazer com que os responsáveis procurem o Poder Público Municipal e regularizem sua situação, seja para cancelar, reativar ou suspender".

O órgão ressalta que as instituições que não atualizarem seus cadastros junto à Prefeitura serão canceladas de ofício, ou seja, deixam de existir no mundo jurídico. O que implica na impossibilidade de lançamentos tributários e fiscais. A listagem divulgada pela pasta foi elencada por meio de uma fiscalização feita pelo município com o auxílio da junta comercial e estão sem qualquer movimentação desde 2007.

"É de extrema importância que os responsáveis atualizem seus registros. Com isso limpamos o cadastro econômico e não geramos tributos indevidos, criando uma projeção inexistente de ganhos para projetos futuros".

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277



COMENTE ESSA HISTÓRIA