Conforme o órgão, a previsão de que o curso pluvial saia da sua calha ainda persiste. Porém, com menos áreas atingidas do que o comunicado anterior. Desta forma, os possíveis trechos que sofrerão alagamento na Beira Rio são: próximo da Ponte Estaiada e defronte ao Corpo de Bombeiros.

Em Vidal Ramos e Botuverá, após atingir os níveis máximos, o Itajaí Mirim já começa a baixar. A estimativa, em Brusque, é de que o rio atinga, no máximo, 5,50 metros. Mais informações podem ser conferidas pelo site: defesacivil.brusque.sc.gov.br/.

COMENTE ESSA HISTÓRIA