As salas de aula permanecem vazias, mas os estudos continuam em casa. A partir desta segunda-feira (13), os alunos da Rede Municipal de Ensino de Itajaí participarão de aulas não presenciais por meio de uma plataforma de estudos online. Para consultar o conteúdo é simples: basta acessar o site portaldoestudante.itajai.sc.gov.br pelo computador, tablet ou mesmo pelo celular e clicar no ícone que corresponde ao nível em que o aluno está matriculado (Educação Infantil, Ensino Fundamental ou Educação de Jovens e Adultos - EJA). Os próprios professores dessas turmas é que farão a postagem de materiais e atividades aos seus educandos. 

Os estudantes sem acesso à computador ou internet não deixarão de ser atendidos neste período em que as aulas estão suspensas por conta da pandemia de coronavírus. Materiais impressos serão distribuídos nas próprias unidades em que o aluno estuda. A distribuição será feita conforme o cronograma a seguir:

- Ensino Fundamental: terças e quintas-feiras, das 9h às 11h e das 14h às 16h.

- Educação de Jovens e Adultos (EJA): terças e quintas-feiras, das 19h às 21h.

Mesmo nos casos em que o aluno mora num bairro distante da escola, a Secretaria de Educação vai procurar deixar o material impresso em uma unidade mais perto da residência desta família, ou, ainda, caso necessário, levar até ao aluno todo este material.

"Temos um mapeamento de todos os estudantes que utilizam o transporte escolar, que moram longe da escola, e é por essas informações que vamos distribuir o conteúdo impresso a todos aqueles que não tem acesso à internet", esclarece Elisete Furtado Cardoso, secretária de Educação.


Auxílio por telefone

Os pais ou responsáveis que tiverem dificuldades com o acesso à plataforma ou para retirar os materiais impressos, podem fazer contato pelos telefones (celular e WhatsApp) a seguir:

- Educação infantil: Kandy Regina Pereira - 99608-5927

- Ensino Fundamental e EJA: Douglas - 99658-9099


Educação Infantil

No final da última semana, a diretoria de Educação Infantil encaminhou aos gestores dos 117 Centros de Educação Infantil um documento com orientações gerais para o desenvolvimento das aulas não presenciais. Com isso, cada unidade traçou estratégias para atingir os seus alunos e responsáveis.

O Centro de Educação Infantil (CEI) Vereador Otávio Cesário Pereira, na Murta, apresentou a plataforma aos professores através de uma videoconferência. Para alcançar 100% das famílias da unidade, o mascote “Tavinho”, usando luvas e máscara de proteção, passou em um carro de som pelas ruas onde os alunos residem, com um áudio explicativo sobre o acesso à plataforma.

No CEI Padre João Pivatto, do bairro Cordeiros, os alunos já estão conseguindo acessar a plataforma para realizar as atividades. “Estamos incentivando as leituras, contação de histórias, músicas e experiências com brinquedos não estruturados. As famílias estão aceitando bem a plataforma de ensino e estão compartilhando fotos e vídeos das atividades propostas”, destaca Verônica Bittencourt, diretora do CEI.


Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA)

Para os 22 mil alunos das 41 unidades de Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos, além do acesso à plataforma, os estudantes terão aulas através do ambiente virtual Google Classroom, parceiro do Município desde 2017.

Com as plataformas digitais, cada professor terá condições de dar continuidade ao conteúdo já iniciado antes da interrupção das aulas, sem deixar de seguir as Diretrizes Municipais da Educação Básica e o Projeto Político Pedagógico (PPP) de cada unidade.

Embora as aulas não presenciais permitam a flexibilização de horários, será seguido o cronograma de aulas de cada unidade. No seu respectivo horário de aula, o próprio professor da disciplina estará online na plataforma para monitorar as atividades, além de todo o acompanhamento das ações por parte de diretores, coordenadores, entre outros profissionais, todos zelando pela qualidade educacional, mesmo diante deste momentâneo e emergencial distanciamento do espaço físico escolar.

“O trabalho já está dando resultado na nossa comunidade escolar. Temos 365 alunos e 308 já estão acessando a plataforma e elogiando bastante o trabalho desenvolvido pela secretaria de educação”, relata Luci Terezinha de Souza da Rocha, diretora da Escola Básica Francisco Celso Mafra, do bairro Itaipava.


Respaldo legal

De acordo com a Resolução nº 002/2020 do Conselho Municipal de Educação de Itajaí (COMED), as aulas não presenciais no ambiente virtual e com materiais impressos deverão ocorrer durante a suspensão das aulas presenciais, podendo ser mantidas após este período para integralizar o total de horas do ano letivo, no retorno das aulas regulares presenciais. A Medida Provisória nº 934/2020, do Governo Federal, flexibiliza o cumprimento dos 200 dias do ano letivo, mantendo, porém, o total de 800 horas/aulas.  

COMENTE ESSA HISTÓRIA