Pela primeira vez, o Município ofereceu às famílias a possibilidade de adquirir o kit escolar por meio do benefício - até 2019, o material era entregue pela Prefeitura aos alunos.

A distribuição começou no dia 6 de fevereiro, nas secretarias das escolas. Quem não retirou os cartões antecipadamente recebeu nesta segunda-feira (10), no primeiro dia do ano letivo. Ao todo, já foram distribuídos 10 mil cartões à rede Municipal de Ensino.


Praticidade

De acordo com a secretária Rosangela Percegona Borba, a novidade possibilitou mais praticidade às famílias na compra do material. Isso porque, além dos kits básicos prontos - disponíveis nas papelarias-, os pais ou responsáveis têm a opção de comprar itens diferenciados, fazendo uso do cartão e pagando apenas a diferença de valor.

Os valores creditados no cartão são para uso exclusivo do material escolar, pontuou a secretária - ou seja, não pode ser usado para outro fim. É importante ressaltar também que os pais têm um limite de até 30 dias para utilizar o cartão; caso contrário o valor voltará para os cofres públicos.

Como reforçou a secretaria de Educação, o valor atribuído ao cartão é creditado apenas uma vez, e não há nova recarga. No entanto, ao longo do ano letivo, os alunos podem solicitar a reposição de certos materiais, diretamente nas secretarias das unidades escolares, conforme a necessidade dos estudantes.


Comércio forte

Além de garantir praticidade às famílias, o uso dos cartões fomentou a economia do Município, já que a aquisição é feita em 18 papelarias credenciadas, localizadas em diferentes bairros da cidade. Conforme informou a direção de uma das papelarias conveniadas, o movimento foi significativo nos últimos dias, e o uso do Cartão Material Escolar foi analisado de forma bastante positiva, aquecendo as vendas no comércio local.


Valores distintos

Os cartões têm valores distintos e cumprem lista de material indicado para cada série. Segundo a secretaria de Educação, o crédito para cada cartão foi definido pela consolidação dos valores orçados nestas 18 papelarias. A média resultou no valor creditado.

Apesar do grande volume de cartões entregues à comunidade, somente problemas pontuais foram identificados no decorrer do processo. De acordo com a secretaria de Educação, em menos de uma hora, a equipe de informática detectou a situação e os cartões funcionaram normalmente.



Segue descrição e valor para cada cartão:

Do 1º ao 3º ano séries iniciais - valor do cartão R$ 44,32

- Cinco cadernos brochura pequenos 48 folhas; caderno de desenho e cartografia; caixa de lápis de cor com 12 cores; apontador de lápis com coletor; dois lápis preto; régua 30 cm e borracha branca.


Do 4º ao 5º ano séries iniciais - valor do cartão R$ 50, 23

- Três cadernos brochura pequenos 48 folhas; caderno de desenho e cartografia; caixa de lápis de cor com 12 cores; apontador de lápis com coletor; dois lápis preto; régua 30 cm e borracha branca; caderno universitário 96 folhas; caneta esferográfica azul; cola em bastão.


Do 6º ao 9º ano - valor do cartão R$ 33,86

- Caixa lápis de cor com 12 cores; apontador de lápis com coletor; lápis preto; régua 30 cm; borracha branca; caderno universitário 200 folhas; caneta esferográfica; cola em bastão.


 

COMENTE ESSA HISTÓRIA