O trabalho conjunto de profissionais da Educação e pais levou a escola municipal Andrônico Pereira, do bairro São Francisco de Assis, em Camboriú, a uma grande conquista. Nesta quinta-feira, dia 30, iniciaram as atividades na nova sala de informática da escola. Todos os equipamentos foram adquiridos após a aprovação pela Procuradoria Regional do Trabalho de um projeto desenvolvido pela Associação de Pais e Professores (APP).

A sala multimídia é composta por 24 computadores, impressora, televisão, projetor e home theater. O valor investido, de R$ 56 mil, também inclui ar condicionado. O Procurador do Trabalho Acir Alfredo Hack acompanhou o início das atividades e explicou que esses recursos são destinados após a aplicação de multas para empresários que não cumprem os direitos trabalhistas. "Nosso objetivo é reverter essas multas em benefício para a sociedade", explica. Ele completa: "O trabalho do Ministério Público do Trabalho inclui estimular a qualificação profissional e combater o trabalho infantil. Projetos como esse vem ao encontro dessas funções".

O professor Roger Ramos, um dos responsáveis pelo projeto, defende que há uma visão equivocada de que as crianças e os jovens de hoje têm total domínio sobre as ferramentas digitais. "Muitas vezes, eles utilizam apenas para diversão. É importante que conheçam a internet de qualidade, como fonte importante de pesquisa, e as ferramentas que podem ajudá-los depois no mercado de trabalho. A orientação é muito importante", defende dele.

A diretora da unidade, Marisa Pereira Gasparac, e a secretária de Educação, Alecxandra Vitorassi Rosa, destacaram o trabalho realizado pela APP e o apoio do Ministério Público do Trabalho. "Tenho certeza de que este será um local de muito aprendizado", destacou a secretária. A nova sala de informática foi aprovada pelo alunos. Nicolas Coelho de Souza, 9 anos, foi um dos primeiros estudantes a utilizar os novos equipamentos. "A sala é muito boa. Eu gostei muito dos novos computadores e será ótimo para aprender e para brincar", comemorou.  

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA