Especial Itajaí 160 Anos | Parte 01/03

Para uma longa e rica história de desenvolvimento, há o que se comemorar. Mas, desta vez, não será da forma como gostaríamos. Em meio à pandemia de coronavírus, que impôs medidas restritivas de saúde e de isolamento social, nesta segunda-feira (15) o Município de Itajaí chega aos seus 160 anos de emancipação político-administrativa e 200 anos de colonização. Temos certeza de que a cidade retomará em breve seu movimento e seguirá no ritmo do progresso demonstrado nos últimos anos, com grandes investimentos em áreas estratégicas, como saúde, educação, segurança pública e obras de infraestrutura.

Sem os tradicionais eventos de comemoração, como o corte do bolo gigante, pelos bairros, o casamento coletivo, a Festa do Peixe e inúmeras outras atividades costumeiramente realizadas no mês de aniversário, a celebração dos 160 anos de Itajaí será feita por meio de um show online, que reunirá 34 artistas da cidade. A live será compartilhada no Facebook da Prefeitura neste domingo (14), a partir das 17h.

Diante de um ano que exige um esforço concentrado em ações de saúde, devido à pandemia global, digno de aplausos, por exemplo, é o trabalho de profissionais de saúde e de outros servidores que estão na linha de frente do combate ao novo vírus. Há que se destacar, também, os investimentos feitos na área da saúde pelo Município de Itajaí – que nos quatro últimos anos ultrapassam um bilhão de reais –, dando à cidade condições favoráveis para enfrentar o atual momento.

“Neste ano, teremos que comemorar o aniversário de Itajaí de uma forma diferente, sem todas as nossas costumeiras festividades pelos bairros, sem um contato mais direto com a nossa gente, mas creio que com muitos motivos para acreditar e ter fé que venceremos, juntos, este grande desafio que ora atravessamos”, comenta o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni. “Como médico, sei dos desafios dos profissionais de saúde e do comprometimento de cada um para salvar vidas”, acrescenta o gestor.


Ações de combate ao coronavírus

Em Itajaí, tão logo o Ministério da Saúde alertou as autoridades sobre as medidas necessárias para o combate à pandemia, o Município criou o Comitê de Prevenção, Orientação e Enfrentamento ao Coronavírus, a fim de planejar e gerenciar estratégias conjuntas nos mais diversos setores da administração municipal, como saúde, segurança pública, defesa civil, assistência social, entre outros. Um fundo municipal para o recebimento e distribuição de donativos também foi criado, além da adoção de várias medidas preventivas.

A força-tarefa, que envolve mais de dois mil servidores, tem posto em prática um conjunto de medidas que buscam salvar vidas, frear o avanço da doença e ampliar os mecanismos de combate ao vírus. Desde os primeiros dias de trabalho, houve uma preocupação quanto ao número de leitos de UTI para o atendimento hospitalar de urgência. Eram 10 leitos no início da pandemia; hoje são 30, e há previsão de outras 20 UTIs já em funcionamento na próxima semana.

Outra importante medida foi a implantação do Centro Ambulatorial de Triagem (CAT), localizado junto ao Centro Integrado de Saúde (CIS), no bairro São Vicente. Criado para receber pacientes com sintomas moderados ou graves de COVID-19, a unidade já realizou mais de nove mil atendimentos. Além desse centro ambulatorial, uma nova Unidade de Atendimento Infantil foi aberta, no bairro São João, para receber crianças que não têm sintomas de doenças respiratórias.

No combate ao coronavírus, ações como a produção e distribuição gratuita de máscaras artesanais, a desinfecção de áreas públicas e a central telefônica ALÔ SAÚDE ITAJAÍ, no número 0800 642 5500, também foram importantes para o enfrentamento da pandemia. Soma-se a estas, as barreiras sanitárias de monitoramento, nos principais acessos da cidade, e as medidas de amparo aos reflexos econômicos da doença, como a distribuição de mais de 18 mil cestas básicas a famílias carentes. Até o início desta semana, já foram realizados mais de cinco mil exames para diagnóstico do novo vírus.

Além dessas ações, a população de Itajaí segue sendo informada sobre a doença com um vasto material publicado nas redes sociais da Prefeitura, que serve também como mais um canal de ouvidoria e de diálogo com a população. Por meio de transmissões ao vivo, as ações realizadas para o enfrentamento da doença também são compartilhadas como mais uma forma de trazer transparência aos atos e decisões tomadas, além de prestar contas à sociedade sobre tudo o que vem sendo feito.


Investimentos em saúde

Nos últimos anos, em Itajaí, os investimentos em saúde têm se intensificado, seja nas reformas e construção de novas unidades de saúde, seja na ampliação da oferta de serviços, de medicamentos e na valorização dos profissionais de saúde. Destaca-se, por exemplo, ações de infraestrutura, como a inauguração do Centro Integrado de Saúde (CIS), do Laboratório Municipal e o aumento na frota de veículos e ambulâncias.

No ano passado, a oferta de exames foi ampliada, chegando a quase dois milhões de procedimentos realizados. No total, 1.843.030 exames foram feitos, quase 100 mil a mais do que o total de 2018. O número representa um aumento de 5,5% em relação ao ano anterior e pelo menos oito exames para cada um dos 220 mil habitantes da cidade. No mesmo período, quase dois mil pacientes de Itajaí foram beneficiados com mutirões de cirurgias nos hospitais da região.

Na Secretaria Municipal de Saúde, destaca-se, ainda, a reestruturação da vigilância sanitária, com a implantação de um novo modelo de fiscalização, o combate ininterrupto à dengue e às infecções sexualmente transmissíveis, as campanhas de vacinação e os programas de capacitação permanente para mais de quatro mil servidores.

“Desde 2017, a saúde dos itajaienses é uma prioridade para a Administração Municipal. Realizamos diversos investimentos em infraestrutura das unidades de saúde, contratação de novos profissionais e melhoria das condições de trabalho, ampliação da oferta de exames, mutirões de consultas e cirurgias, entre outras ações que qualificam nossa rede de atendimento. Com o coronavírus não foi diferente, o Município redobrou os esforços para minimizar o impacto da doença e ofertar um bom atendimento para a comunidade”, destaca o secretário de Saúde de Itajaí, Emerson Roberto Duarte.


Canteiro de obras

Além das ações e recursos para a área de saúde, a preocupação com a qualidade de vida dos moradores de Itajaí, nos últimos anos, inclui obras de infraestrutura, mobilidade urbana, revitalização de espaços públicos e investimentos em segurança pública. Com recursos do financiamento internacional junto ao Fundo de Desenvolvimento Financeiro da Bacia do Prata (Fonplata), Itajaí já contempla obras de macrodrenagens, a construção de novas pontes, avenidas e a ampliação da malha viária, com a criação de rotas e binários de ligação rápida entre bairros e o centro da cidade.

A entrega da reurbanização das ruas Alfredo Eicke e Expedicionário Aleixo Maba, por exemplo, é o marco inicial desses novos tempos para o trânsito de Itajaí. Considerada uma transformação no local, a obra alargou as vias para proporcionar duas pistas de rolamento, nos dois sentidos, além da implantação de ciclofaixas, novas calçadas acessíveis, canteiro central, iluminação em LED e drenagem contra alagamentos.

Ao todo, os investimentos aplicados nessa obra ultrapassam R$ 4 milhões, entre desapropriações com recursos próprios e serviços executados pelo financiamento internacional. Além disso, outros R$ 5 milhões serão investidos somente na primeira etapa da ampliação e reurbanização de ruas e avenidas importantes no Centro e nos bairros São Judas e São João.

No bairro São Vicente, a reurbanização em andamento da avenida Campos Novos, em toda a sua extensão (1,6 quilômetro), contará com investimentos de R$ 8,7 milhões, que serão aplicados em inúmeras melhorias, como a construção de calçadas com acessibilidade, novas ciclovias, iluminação, canteiros, paisagismo e arborização. A avenida também vai ganhar nova estrutura para drenagem pluvial, cruzamentos elevados e sinalização viária. A obra prevê, ainda, a construção de bolsões de estacionamento, nova pavimentação asfáltica e nova praça com playground, academia ao ar livre e quadra de esportes.

No centro, as obras no Largo da Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento, em fase final de execução, trarão renovação e revitalização para o entorno do maior monumento histórico do município. Os recursos na praça Irineu Bornhausen – mais de R$ 4 milhões – incluem investimentos para paisagismo, espelhos d’água, iluminação, pavimentação e playground, além de uma readequação viária nas ruas Frederico Augusto Luiz Tieme, João Bauer e na majestosa avenida Marcos Konder.


Segurança Pública

Na área de segurança pública, a Guarda Municipal de Itajaí, um dos grandes anseios da população, completa um ano de atuação neste mês de aniversário da cidade. Com o objetivo de promover a cidadania, a ordem pública e cuidar do patrimônio municipal, o efetivo da corporação conta hoje com 77 agentes e 14 viaturas. Nos últimos doze meses, foram mais de três mil ocorrências atendidas.

Neste primeiro ano, a Guarda Municipal tem atuado em conjunto com outras instituições do município, em ações nas diferentes áreas. A instalação da Central de Operações Integradas (COI) contribuiu não apenas para o aumento no número de ocorrências atendidas, mas também para a efetividade do trabalho prestado nas ruas.

No final do ano passado, com a inauguração de uma Base Comunitária de Segurança, no Arraial dos Cunha, as comunidades do interior do município ganharam reforço na segurança pública. Com atendimento das 14h às 20h, no local podem ser feitas denúncias, boletins de ocorrência, entre outros serviços.

Localizada no Centro Administrativo da Secretaria de Agricultura e Expansão Urbana, às margens da rodovia Antônio Heil, a Base Comunitária também era uma antiga reivindicação dos moradores da zona rural, que podem agora contar com uma central de segurança interligada com a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Estadual, Polícia Civil e Guarda Municipal.


Porto de cidadania

Nas áreas de assistência social e de promoção da cidadania, Itajaí segue sendo referência para programas de amparo a pessoas em situação de vulnerabilidade social e ações de valorização a mulheres, jovens e idosos. No momento em que se discutem temas como a discriminação racial, vale destacar campanhas já realizadas como Itajaí Sem Racismo, cujo objetivo é o de enaltecer a cultura afro-brasileira presente no município, além de ações de conscientização e de combate à violência contra a mulher.

Nos mais diferentes pontos da cidade, programas dedicados à terceira idade são realizados nos Centros de Múltiplo Uso, Centro de Convivência do Idoso (CCI) e Centros de Arte e Lazer, como oficinas de artesanato, dança, rodas de conversas, atividades físicas e de convívio social. Semanalmente, só no CCI, no São Judas, são atendidos entre 250 e 300 idosos. O local, recém-reformado, também recebe encontros com profissionais de saúde, que trazem informações sobre a prevenção de doenças predominantes nesta fase da vida.

“As políticas de direitos humanos, atreladas às diversas outras políticas do município, garantem a atenção integral do cidadão de Itajaí. Quanto mais profundas, mais condições temos de transformar a vida das pessoas de nossa cidade”, destaca o secretário Everton Wan-Dall Alves, da Secretaria de Promoção da Cidadania. Pela pasta, também são coordenados programas como o Auxílio Estudantil, para estudantes carentes do ensino superior de Itajaí.

Embora o momento delicado em que a cidade atravessa, no qual o luto pelas vidas perdidas aqui e em diferentes regiões do país deve ser respeitado, celebram-se neste aniversário não só as ações realizadas pelo Município – em especial no combate ao coronavírus –, mas também sua história, o trabalho incansável dos profissionais de saúde e o apoio dos itajaienses, que até aqui seguem respeitando normas e orientações de saúde e praticando a solidariedade. Parabéns, Itajaí!




COMENTE ESSA HISTÓRIA