O DataPEMI é uma ferramenta construída para o planejamento, a gestão e o monitoramento de projetos no Município de Itajaí. Lançado na manhã desta sexta-feira (04), o sistema foi construído pelo Planejamento Estratégico do Município de Itajaí e a Secretaria Municipal de Tecnologia. Alimentado por todas as secretarias, fundações e autarquias, a ferramenta revolucionária o gerenciamento dos projetos, ações e indicadores na cidade.

“Inauguramos hoje uma nova era de transparência na gestão pública do Município de Itajaí. Ela nos permite alimentar com todas as informações da administração municipal e acessá-las em tempo real e em qualquer lugar. Em breve, os cidadãos também poderão acessar essas informações”, disse o prefeito Volnei Morastoni. “Essa é uma tecnologia genuína de nossa Itajaí. Desenvolvida aqui em nossas secretarias para atender a nossas demandas e necessidades”, avaliou Morastoni.

A ferramenta servirá para o controle e o monitoramento de projetos e indicadores de gestão e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) para auxiliar na aplicação das metas e indicadores do PEMI 2040. O DataPEMI facilita o trabalho colaborativo na gestão municipal ao interligar as ações na diferentes secretarias em uma ferramenta de comunicação e governança.

“Esta ferramenta é um legado de gestão de planejamento estratégico para o Município de Itajaí e para outras cidades. Estamos revolucionando e mudando uma cultura de como fazer gestão pública com transparência e qualidade”, afirmou o coordenador do PEMI Alcides Volpato. “O DataPEMI é uma ferramenta co criativa do nosso escritório do Planejamento Estratégico com a Setec e demais multiplicadores e servidores”, avaliou Volpato.

Durante a apresentação do projeto na sala de reuniões do Gabinete do Prefeito, o professor e pesquisador Marcus Polette elogiou a iniciativa. “Acompanhei o início do trabalho do Planejamento Estratégico no início da gestão e posso dizer que Itajaí saiu da Idade da Pedra para um futuro promissor na gestão de projetos. Hoje posso dizer aos meus alunos na sala de aula que existe um modelo real e aplicado em Itajaí”, disse o doutor em Ecologia e Recursos Naturais.

A Secretaria de Tecnologia, responsável pela criação da ferramenta apresentou o processo criativo e as ações da Fábrica de Software. “Nós observamos as ferramentas utilizadas em outros municípios como o sistema usado Blumenau. Reescrevemos os códigos da ferramenta utilizada lá e criamos software nosso, voltado para nossas necessidades”, explicou o secretário de Tecnologia Murillo Sodré de Souza. “Vamos registrar o DataPemi como um software livre para se tornar uma referência nacional de Planejamento Estratégico para gestores públicos”, afirma Murillo.

COMENTE ESSA HISTÓRIA