A Guarda Municipal passará a atender 24 horas por dia. Com a nova escala, os agentes atuarão também no período noturno. A intenção é aperfeiçoar o atendimento e ampliar a presença da corporação na comunidade.

Atualmente, o regime é de 12 horas de trabalho, com início às 7h e término às 19h. A partir de sábado, a Guarda Municipal passará a trabalhar também das 19h às 7h, em quatro escalas. A mudança atende a uma demanda crescente de ocorrências verificadas no período noturno.

"Nossos agentes estão preparados para atuar na prevenção e repressão à criminalidade também no período da noite", afirma o coordenador da Guarda Municipal de Itajaí, Marco Antônio Otávio.

O efetivo atendeu mais de 900 ocorrências nos primeiros seis primeiros meses de atuação. Além disso, participou de duas operações em conjunto com a Polícia Civil para vistoriar estabelecimentos de ferros-velhos em busca de cobres furtados e verificar alvarás irregulares na cidade.

Recuperação de veículos furtados, violência doméstica, perturbação do sossego, auxílio a crianças com problemas de saúde e apoio a acidentes de trânsito estão entre os atendimentos prestados à população desde o início dos trabalhos da Guarda Municipal.


A formação da Guarda Municipal

O projeto da formação da Guarda Municipal foi apresentado pela primeira vez durante a discussão do Plano Municipal de Segurança, no Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), em fevereiro de 2017. O concurso teve seu edital oficializado em setembro daquele ano e ao final do período de inscrições contabilizou 17 mil candidatos interessados e mais de 11 mil participaram da primeira etapa de seleção.

O processo de seleção foi dividido em três etapas eliminatórias: prova objetiva, teste de aptidão física e avaliação psicológica. Foram aprovados 64 homens e 15 mulheres em todas as etapas da formação.

Em junho de 2018, iniciou-se a etapa de investigação social e curso de formação profissional na Acadepol. A grade do curso teve cinco módulos, com disciplinas voltadas à cidadania e técnicas de operações policiais e com uma carga horária total de 850 horas.

Após a conclusão do curso, os guardas municipais passaram por estágios nos órgãos de segurança municipais. Durante o complemento da formação, os agentes aprenderam sobre registro de boletins de ocorrências e participaram de ações operacionais.

A formatura do curso de legislação de trânsito marcou a última etapa de preparação. Com esta qualificação, os oficiais também estão aptos a atuar neste setor, em caso de eventual necessidade. Além do curso, o grupo passou por um período de adaptação para identificar todas as regiões e os pontos de periculosidade no município.

Em junho de 2019, os agentes iniciaram o trabalho nas ruas da cidade e no final do ano os portes de arma dos oficiais foram autorizados pela Polícia Federal.

COMENTE ESSA HISTÓRIA