O Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, recebeu nesta quarta-feira (17) mais 10 respiradores e 10 monitores do Governo do Estado para ativação de novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A previsão é que estes leitos sejam instalados ainda nesta semana para atendimento exclusivo aos pacientes da região com COVID-19. O transporte dos equipamentos teve apoio das forças policiais, Defesa Civil e Codetran de Itajaí.

Nesta quarta, o Hospital também finalizou a ativação de outros 10 leitos de UTI, que já haviam recebido os equipamentos necessários para funcionamento. Com estes 20 novos leitos, a atual estrutura da unidade hospitalar atingirá sua capacidade máxima de instalação, totalizando 50 leitos exclusivos para COVID-19 nos próximos dias.

“A ativação de novos leitos faz parte da nossa estratégia de fortalecimento da rede hospitalar para enfrentamento ao coronavírus. Por isso, seguiremos cobrando do Governo do Estado que acelere as obras do Complexo Madre Tereza para a instalação de, no mínimo, mais 40 leitos de UTI e 40 leitos de enfermaria”, comenta o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

Nesta quarta, os prefeitos da Associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí (AMFRI) também se reuniram e aprovaram o custeio de seis novos leitos de UTI para o Centro de Acolhimento e Tratamento do Novo Coronavírus, em Balneário Camboriú. A instalação e manutenção destes leitos terá custo inicial de R$ 360 mil por mês (equipamentos, equipe profissional, medicamentos, etc), que será compartilhado entre os municípios da AMFRI.

No encontro, os prefeitos ainda reforçaram a necessidade de apoio do Governo do Estado para custeio e habilitação dos novos leitos. Nesta quinta (18), o Governador Carlos Moisés confirmou uma visita aos hospitais de Itajaí e Balneário Camboriú. Na ocasião, uma das reivindicações dos prefeitos será a habilitação de leitos de enfermaria de retaguarda na região.

COMENTE ESSA HISTÓRIA