O Município de Itajaí, por meio da Secretaria de Saúde, promove a partir desta quinta-feira (1º) a campanha Agosto Dourado com ações de incentivo à amamentação. Neste ano, o objetivo é enfatizar a importância do envolvimento de todos os familiares próximos, e não apenas da mãe, para que seja possível o aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida e de forma complementar até os dois anos de idade da criança. Até dia 10 de agosto estão previstas diversas atividades, como mamaço, curso de capacitação, gincana e lançamento de paródia.

A iniciativa faz parte da Semana Mundial de Aleitamento Materno, que inicia nesta quinta (1º). Para marcar o começo das ações, o Município lançará nas redes sociais oficiais uma paródia sobre aleitamento materno, elaborada pela equipe do Departamento de Atenção à Saúde de Itajaí com apoio do Coral Infantil do projeto Arte nos Bairros. A ideia é difundir o vídeo também em todas unidades de saúde como forma de estímulo à amamentação.

Nos dias 6 e 8 de agosto, profissionais de saúde do município poderão participar do curso Amigo da Criança, promovido pelo Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen. O encontro vai abordar diversos aspectos da amamentação, como benefícios, cuidados com as mamas, formas de apoiar a amamentação, como orientar as mães, aleitamento guiado pelo bebê (livre demanda), amamentação quando mãe está doente, entre outros assuntos.

Os encontros ocorrem a partir das 8h, nos dois dias, no auditório do Hospital Marieta, no 12º andar da instituição. As inscrições para participar do curso devem ser feitas pelo e-mail educacaopermanente@itajai.sc.gov.br até segunda-feira (5).

“Os profissionais de saúde têm papel fundamental no estimulo à amamentação, pois são eles que acompanham os pais e filhos durante todo o processo. O servidor pode empoderar as famílias, dialogando sobre vários aspectos do aleitamento materno, incluindo dúvidas, medos e crenças, além de dar orientações sobre eventuais dificuldades na amamentação”, explica a enfermeira supervisora da Saúde Infantil de Itajaí, Daniela Cristiane dos Santos Silva.

Gincana e mamaço

A Secretaria de Saúde promove ainda uma gincana entre as unidades de saúde para arrecadação de frasco de vidro com tampa plástica, que serão doados ao Banco de Leite do Hospital Marieta. Cada frasco doado somará pontos para a unidade. Outra atividade que vale pontos é a promoção de oficinas com mães e familiares sobre a amamentação nas unidades. Os três postos que somarem mais pontos ganharão uma premiação surpresa no dia 16 de agosto.

As atividades encerram no sábado (10), às 14h30, com um mamaço na Praça Genésio Miranda Lins, na avenida Beira-Rio. O encontro vai reunir mães, filhos, doulas e familiares. Haverá sorteio de brindes e rodas de conversa com profissionais de saúde sobre orientação prática sobre amamentação, apoio da família e oficina de massagem shantala. O evento é gratuito e aberto à comunidade.

Importância do aleitamento materno

O leite materno é nutritivo, protege contra várias doenças e alergias alimentares, e deve ser o alimento exclusivo do bebê nos seis primeiros meses de vida. De acordo com a nutricionista da Secretaria de Saúde de Itajaí, Alessandra Monestel, não é necessário dar outros alimentos além do leite materno nos primeiros seis meses. O leite do peito é um alimento completo e tem tudo que a criança precisa, incluindo a água.

“Após esse período, a mãe pode iniciar a introdução de outros alimentos, mantendo o aleitamento até os dois anos ou mais”, explica Alessandra.

Apoio à amamentação

A decisão de amamentar nem sempre é fácil. Nesse processo, a mulher pode enfrentar dificuldades, como fissuras na mama e mastite (inflamação na mama). Esses problemas podem ser causados, principalmente, pela pega incorreta do bebê na hora de mamar.

“O uso de chupetas, mamadeiras e a introdução de outros leites podem prejudicar a amamentação. Fumar, ingerir bebidas alcoólicas e tomar remédios por conta própria também atrapalham o aleitamento”, relata a nutricionista Alessandra Monestel.

Por isso, além do apoio da família e do parceiro, a mãe pode buscar ajuda dos profissionais de saúde do município ou no Banco de Leite do Hospital Marieta Konder Bornhausen. Nas unidades de saúde, as equipes estão capacitadas para orientar a mulher para que ela consiga voltar a amamentar. Itajaí tem cerca de 30 equipes certificadas pela Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil, do Ministério da Saúde.

“A amamentação deve ser trabalhada desde o pré-natal, não só nos seus aspectos biológicos do ponto de vista da nutrição do bebê, mas também sob o ponto de vista da gestante e o apoio que ela terá para poder amamentar com tranquilidade”, destaca a enfermeira supervisora da Saúde da Mulher de Itajaí, Luciane d’Ávila.



COMENTE ESSA HISTÓRIA