Um passo importante para a mobilidade urbana. É assim que a Secretaria Municipal de Urbanismo define o ano com a retomada da Via Expressa Portuária, sistema viário e também com a aprovação do Plano de Mobilidade Urbana.

“Com a aprovação desta lei demos um grande passo para uma nova cidade, muito importante para captar recursos estaduais e federais. É uma diretriz para resolver os problemas de mobilidade urbana”, ressalta o secretário-adjunto Ricardo Rebello.

Além do Plano de Mobilidade Urbana, o Município deu um grande passo para retomar os trâmites da Via Expressa Portuária com reuniões de desapropriações e demolição de uma casa na Rua Pedro Camilo Vicente, no Bairro Cordeiros.

Outro pontapé inicial foi a demolição de um prédio na Rua Brusque e a Travessa André Barbi para dar início ao binário da Vila Operária. Ações junto à Agência Nacional de Transporte e Terrestre (ANTT), Autopista e Deinfra também foram feitas para solucionar intercessões da BR 101 com rodovias estaduais e municipais. Para concluir, uma parceria púbico-privada na intercessão da Rua Luci Canziane e Delfim de Pádua Peixoto com uma intervenção urbana  que servirá de modelo  para o restante da cidade.

Transporte coletivo

O transporte coletivo também foi destaque com a fiscalização dos ônibus, participação no Plano de Emergência com vans, taxis e ônibus que receberam autorização para a realização de condução de passageiros e também o suporte à Transpiedade, que opera o contrato emergencial, para começar operar no município a partir de 1º de agosto.

Também foi contratada uma empresa do Laboratório de Transportes da Universidade Federal de Santa Catarina, Labtrans/FEPESE, que está elaborando um estudo de um novo sistema de transporte público da cidade.

Além dessas principais ações, o Urbanismo fez o acompanhamento e fiscalização de diversas obras.

Acompanhamento e fiscalização de obras:

Ampliação do Museu Marcos Konder;

Fiscalização da Praça Arno Bauer;

Praça de Esporte e Cultura;

Praça Manoel Amandio Vicente e Quadra de tênis Edson Fuba Heusi;

Praça da Murta;

Restauro da Igreja Nossa Senhora da Conceição;

Passarela da Lagoa do Cassino;

Praça Ivo Stein;

Centro de Inovação;

Praça do Espinheiros;

Praças da Ressacada;

Praça da Cidade Nova;

Urbanismo em números:

10.378 consultas de viabilidade eletrônicas aptas para alvará;

1.611 consultas prévias de viabilidade de construção;

427 alvarás de construção;

361 habite-se emitidos;

COMENTE ESSA HISTÓRIA