A Secretaria de Saúde de Balneário Piçarras fez a aquisição e entrega de composteiras (minhocários caseiros) para manutenção das hortas do projeto Farmácia Natural nas Unidades Básicas de Saúde (UBS's). Sete composteiras foram adquiridas e irão produzir terra preta e também biofertilizante, que serão usados ao longo do próximo ano no projeto que busca elevar a qualidade de vida da comunidade através do uso correto dos alimentos e plantas medicinais.

"A ideia é praticar a compostagem que fornecerá o adubo orgânico para as hortas das unidades. Reciclar o lixo orgânico é importante para o meio ambiente, além de promoção da saúde, incentivando ainda a consciência ambiental", enaltece a naturóloga da Secretaria, Priscilla Cardoso Jorge. Os minhocários caseiros foram estrategicamente instalados em todas as unidades de saúde de Balneário Piçarras

O material produzido vai ser usado nas hortas da Unidades, que atualmente já estão prontas no Itacolomi, Morro Alto e Lagoa (falta colocar terra em formação). No Nossa Senhora da Conceição está em fase de construção. "Santo Antônio,  Central e Nossa Senhora da Paz a horta será realizada no próximo ano", completa Priscilla.

Priscilla, que vai monitorar as composteiras, também explicou o funcionamento do equipamento às profissionais das unidades, recomendando sobre quais alimentos devem ser utilizados para formação do adubo e do biofertilizante. "Restos e frutas, legumes e verduras, grãos e sementes, saquinhos de chá, erva de chimarrão, borra de café e de cevada e também cascas de ovos são a base da compostagem", detalha.

O trabalho vai ao encontro práticas naturais chamadas de integrativas e complementares, que foram normatizadas no Brasil por meio da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no SUS em 2006. A portaria 971 aprova a PNPIC no SUS. Essa política contribui no fortalecimento dos princípios fundamentais do SUS, que tem foco na atenção humanizada, considerando o indivíduo na sua dimensão global. A PNPIC atua na promoção, manutenção e recuperação da saúde, como também na prevenção.

PROJETO FARMÁCIA NATURAL

O projeto visa levar à comunidade informações de como obter uma vida mais saudável através do uso correto dos alimentos e plantas medicinais, oferecendo uma opção terapêutica aos usuários do SUS, bem como desenvolver trabalhos educativos através das trocas de saberes entre profissionais e usuários.


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA