Porto de Itajaí, Via Expressa Portuária e BR-101 foram os temas centrais das reivindicações feitas ao Governo Federal por uma comitiva do município, que esteve nesta semana em Brasília. Os pleitos são fundamentais para potencializar ainda mais o desenvolvimento e o crescimento econômico da cidade, que atravessa momento extremamente positivo e de grande geração de empregos.

Uma das audiências centrais foi realizada no Ministério da Infraestrutura, com o ministro Tarcísio Gomes de Freitas e o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni. A comitiva itajaiense explanou sobre o Porto de Itajaí, a retomada do crescimento portuário da cidade nos últimos anos, bem como dos investimentos necessários para a expansão do terminal - o segundo maior do país em movimentação de contêineres e responsável por 4% da balança comercial brasileira hoje.

Freitas dará início às tratativas, por meio da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, para contratação de estudo sobre a viabilidade de iniciar o processo para um novo período de concessão no Porto de Itajaí. O estudo tem por objetivo identificar modelos de gestão que possam proporcionar ganhos em eficiência e produtividade, tornando o terminal itajaiense ainda mais competitivo.

“O ministro Freitas viu com bons olhos incluir o Porto de Itajaí nas prioridades deste plano nacional de concessões, o que pode garantir mais três décadas de crescimento constante em nosso terminal. A concretização deste ato também resolveria a questão da Via Expressa Portuária, fundamental neste momento de desenvolvimento pelo qual passamos”, destaca o prefeito Volnei Morastoni.

A comitiva também tratou sobre os problemas na BR-101, solicitando retomada e agilidade nas obras dos trevos de entrada e saída de Itajaí, entre a avenida Contorno Sul e a rodovia Antônio Heil e a avenida Reinaldo Schmithausen e rodovia Jorge Lacerda, além da construção de pontes e a conclusão das marginais da rodovia federal em toda a extensão do município. As demandas também foram cobradas na Arteris, concessionária da BR-101, e na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

O grupo de Itajaí ainda buscou apoios importantes, se reunindo com o secretário especial para o Senado Federal na Casa Civil da Presidência da República, Paulo Bauer; senador Esperidião Amin, deputados federais de Santa Catarina Carlos Chiodini e Rogério Peninha Mendonça, coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense.

“A expectativa é que toda a bancada catarinense abrace o nosso pleito, que também é de Santa Catarina e do Brasil. Itajaí é uma cidade que está em movimento, não pode parar, e fomos à Capital Federal buscar tudo aquilo que a União tem de compromissos com a cidade”, reforça Morastoni, que também participou da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios.

Esporte, Cultura e Assistência Social

A comitiva itajaiense ainda se reuniu com o ministro da Cidadania, Osmar Terra. Um dos pedidos foi analisar a possibilidade de contemplar Itajaí com uma Estação Cidadania do Governo Federal, espaço que busca unir os serviços oferecidos pela Assistência Social, Centros de Artes e Esportes, em um grande espaço público aberto para todos.


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA