Quase R$ 303 milhões investidos em Saúde. Esse foi o montante que o Município de Itajaí destinou para a área no ano passado. O dado faz parte do Relatório Quadrimestral, que foi apresentado pela Secretaria Municipal de Saúde durante audiência pública na Câmara de Vereadores.

O balanço financeiro da Secretaria mostrou que Itajaí investiu, somente com recursos próprios, 21,57% das receitas arrecadadas em 2018 na área da Saúde. Isso representa quase R$ 166 milhões – um aumento de 9% em relação ao que foi investido em 2017. Desse total, 75% foram destinados para Atenção Básica.

Somando os recursos repassados pelos Governos Federal e Estadual, o município aplicou em Saúde aproximadamente R$ 302,9 milhões. Do montante, quase 54% são recursos próprios, 42,8% foram repassados pela União e apenas 3,16% foram destinados pelo Estado para a cidade.

Indicadores alcançados

Além do balanço financeiro, o relatório quadrimestral também divulgou informações sobre indicadores de saúde, auditorias realizadas e a oferta de serviços pelo SUS. Para o ano passado, foram pactuados 23 indicadores na área da saúde. Itajaí conseguiu alcançar a meta em 15 deles, sendo que seis chegaram bem próximo do objetivo estipulado, demonstrando o comprometimento da gestão municipal com as metas estabelecidas.

Os destaques positivos entre os indicadores foram a redução de casos de sífilis congênita e de novos casos de AIDS em crianças, redução de gravidez na adolescência, superação da meta de vacinação infantil, 100% de cobertura de Atenção Básica, 100% dos ciclos de visitação para controle do Aedes aegypti atingidos, entre outros.

“O relatório quadrimestral é um instrumento de prestação de contas à sociedade e de monitoramento da situação da saúde pela gestão municipal. Foi muito positiva a participação do Comusa, da comunidade e dos servidores na audiência, fazendo questionamentos e nos auxiliando na melhoria da Saúde de Itajaí”, destaca o secretário de Saúde de Itajaí, Emerson Roberto Duarte.

Ações

A Secretaria ainda divulgou as ações especiais realizadas em 2018. Entre elas: campanhas de conscientização, concurso público e chamamento de mais profissionais, normatização da assistência farmacêutica e total investido na compra de medicamentos, revitalização de unidades de saúde, mutirão de exames e cirurgias, apoio aos hospitais da cidade, aquisição de novos veículos para a Atenção Básica, entre outras.

A apresentação do Relatório Quadrimestral está prevista na Lei complementar 141/2012 e portaria ministerial 575/2012 (SARGSUS).


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA