As obras do novo sistema de abastecimento de Bombinhas iniciam em mais um ponto ainda neste mês: através da BR 101, em Tijucas. As licenças para a operação já foram emitidas e o procedimento deve iniciar em breve. Enquanto isso, a Águas de Bombinhas continua o trabalho em diferentes frentes de operação em Porto Belo e também no morro de Zimbros.

Conforme o engenheiro responsável pela obra, Marco Tulio Farias, especialmente no trecho que passa pela BR 101, a tubulação será instalada com o auxílio de poços de emboque e desemboque. Os poços são, na realidade, pontos de acesso ao subsolo, permitindo que a tubulação atravesse de um lado a outro da rodovia.

"Na região específica de Porto Belo estamos avançando com a adutora durante a noite para evitar transtornos no trânsito e reduzir o impacto à população. Nossa responsabilidade é entregar o trecho com o mesmo acabamento que se encontrava antes da instalação da tubulação. As partes que ainda estão em obras passarão por acabamentos finais antes que sejam entregues à comunidade", explica Marco.

Já na região de Tijucas, o engenheiro explica que, em alguns trechos, a Águas de Bombinhas vem utilizando o método não-destrutivo como forma de evitar a supressão da vegetação. Ou seja, a tubulação é instalada no subsolo com o auxílio de uma máquina, sem que seja necessária a escavação. "A aparelhagem basicamente faz um furo na terra e por ali a tubulação é colocada, sem afetar a vegetação local. É também uma maneira de dar celeridade à obra", completa.

Sobre o novo sistema

Dos 27 quilômetros de adutora que levarão água bruta do Rio Tijucas até Bombinhas, 26 estão concluídos. Conforme o diretor-presidente da empresa, Ricardo Miranda, 95% da tubulação prevista já está executada. Além disso, a nova Estação de Tratamento de Água (ETA) está praticamente pronta, em fase de urbanização e acabamentos. O investimento total da Águas de Bombinhas é de R$ 50 milhões, o maior em saneamento de Santa Catarina.

"Este é um projeto ousado e que vai resolver definitivamente os problemas hídricos da cidade. Tanto Bombinhas como Porto Belo e Itapema serão beneficiados com a conclusão da obra", completa Ricardo. Ainda de acordo com ele, o manancial que hoje abastece os três municípios já não é suficiente para a população – principalmente durante o verão. "O sistema vai assegurar o abastecimento durante todo o ano, além de garantir o desenvolvimento econômico e turístico destas cidades", afirma.

COMENTE ESSA HISTÓRIA