Com o térreo e os dois mezaninos lotados, o Município de Itajaí atraiu oito mil pessoas para a palestra com Mário Sérgio Cortella. Durante o evento na noite de quarta-feira (13), o filósofo e professor universitário falou sobre “Novos Tempos, Novas Atitudes”, com uma abordagem voltada aos profissionais da educação. 

O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Educação, teve como objetivo reforçar o trabalho realizado pelo programa Escola da Inteligência em 49 unidades da rede municipal de ensino. A iniciativa da administração municipal atinge mais de 19 mil famílias com abordagens diferenciadas sobre saúde emocional e construção de relações saudáveis.

“Eu costumo dizer que o programa não é um gasto para a educação, é um investimento. Quando você vê pais, professores e alunos sendo transformados, temos a certeza que esse é um trabalho insubstituível. Auxiliamos na formação do caráter e dos valores das nossas crianças, cujos reflexos veremos ao longo da vida com uma sociedade melhor”, destacou o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

Educação, mídias eletrônicas, equipamentos digitais, internet, literatura, filosofia... Mário Sérgio Cortella discorreu sobre todos esses temas e suas influências nos novos tempos em que vivemos. "É necessário um contato mais próximo, um contato que não seja apenas de maneira abstrata. É uma questão de dedicação e de tempo", afirmou sobre o trabalho dos professores e da família. 

“Ele faz a gente repensar nossas atitudes enquanto professor. Isso é muito interessante e também poderemos levar esse conhecimento àqueles que não participaram do evento”, comemorou a professora Marcia Maris Moretti Fuzinata. “Foi uma experiência muito marcante que vou carregar sempre comigo”, completou o professor e escritor itajaiense, Heliton Rufino Seára.

A Escola da Inteligência

O programa da Escola da Inteligência foi implantado em Itajaí em abril de 2017. Frente à sociedade atual, a educação tornou-se um desafio muito além de conteúdos, provas e notas. Pensando nisso, o município trouxe o método desenvolvido pelo psiquiatra e escritor Augusto Cury para a nossa cidade.

“Esse programa é a menina dos olhos da nossa educação. Temos percebido a transformação no comportamento das pessoas que participam. Estamos deixando um legado, não apenas cumprindo com o que a base comum curricular determina. Além das habilidades cognitivas, trabalhamos também as habilidades socioemocionais”, explica a secretária municipal de Educação, Elisete Furtado Cardoso. 


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA