Terminou nesta semana o prazo para pedidos de isenção de IPTU do ano de 2018 na prefeitura de Rio do Sul e de acordo com a secretaria de Administração e Fazenda (SEDAF), 2.122 contribuintes fizeram a requisição. O número é 16,58% menor se comparado ao do ano passado, quando 2.544 encaminharam documentos solicitando a dispensa do tributo.

Agora a equipe da SEDAF vai avaliar individualmente cada um dos pedidos para conceder ou não a isenção. Imóveis que tiveram a requisição pela primeira vez terão visitação por parte dos técnicos para conferência. No caso de pessoas que já fizeram o encaminhamento em anos anteriores e tiveram o pedido concedido, será feita apenas a avaliação documental. Cerca de 25 imóveis rurais que não possuem o Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), também terão a visitação por parte da equipe da SEDAF.

As verificações devem ser concluídas ainda no mês de novembro, fazendo ou não o deferimento do pedido logo no início de dezembro. Quem perdeu o prazo, ainda tem direito a fazer, mas terá que pagar uma taxa de 30 UFMs, que corresponde em torno de R$ 100.

Este é o primeiro ano em que o período de pedido de isenção de IPTU foi aumentado de acordo com nova lei municipal. Em 2017, o prazo começou a contar a partir de abril. Mas em 2018, quem quiser pedir a isenção do imposto para 2019, pode fazê-lo entre janeiro e outubro.


Pedidos para o IPTU 2018 – realizado em 2017

Aposentado, pensionista e assalariado: 1.324

Rural: 644

Entidades, clubes e outros: 153

Ex-combatente: 1

Total: 2.122


Pedidos para o IPTU 2017 – realizado em 2016

Aposentado, pensionista e assalariado: 1.619

Rural: 729

Entidades, clubes e outros: 195

Ex-combatente: 1

Total: 2.544


Pedidos para o IPTU 2016 – realizado em 2015

Aposentado, pensionista e assalariado: 1.562

Rural: 726

Entidades, clubes e outros: 182

Ex-combatente: 1

Total: 2.471


COMENTE ESSA HISTÓRIA