O comércio de Balneário Camboriú, que tem horário diferenciado de atendimento o ano inteiro, não poderá abrir as portas dia 1º de maio, segunda-feira. A medida consta na convenção estabelecida entre o Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Balneário Camboriú e Camboriú (Sincomércio) e comerciários. Já em Camboriú, cidade vizinha, e base territorial do sindicato, o comercio pode funcionar desde que sejam obedecidas as cláusulas da convenção coletiva.

 

O presidente do Sincomércio, Hélio Dagnoni, alerta para a importância dos empresários de Balneário Camboriú observarem as determinações do acordo coletivo para não serem multados. Os comerciantes desobedientes também correm o risco de serem denunciados pelo sindicato dos trabalhadores no comércio. As outras datas que o setor não pode abrir as portas no município  são domingo de páscoa e 25 de dezembro.

 

Camboriú

 Já em Camboriú, a cláusula que regulamenta o trabalho em feriados estabelece que, em razão de evento religioso que ocorre anualmente na cidade, coincidindo com o feriado do dia 1º de maio, fica autorizado o funcionamento do comércio lojista central. A autorização não beneficia o comércio relacionado a supermercados, material de construção, ferragens, móveis e eletrodomésticos, que estão proibidos de funcionar no feriado.

COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais