Segundo relatório da WebShoppers, divulgado pelo EBIT, nos primeiro semestre de 2017, o mercado de vendas online de móveis e decoração correspondeu a 10,6% do volume total dos pedidos. Já é a 6ª maior categoria do ranking

Um bom exemplo de marca em decoração que cresce na suas vendas online é a  Imaginarium, que faz parte de um dos maiores grupos de decoração do Brasil e que já tem 5% do volume de suas vendas representadas pelo comércio online, de acordo com o Gestor Comercial da empresa, Alexandre Lima. Para ele, a venda online é uma tendência irreversível nesse mercado. “O digital está cada vez mais relevante e temos que estar atentos o tempo todo”, acredita Alexandre.

A Associação Brasileira de Artigos para Casa, Decoração, Presentes e Utilidades Domésticas (ABCasa) acompanha esses dados e tem trabalhado para apoiar o setor. "A ABCasa, que representa distribuidores e fabricantes, tem feito um trabalho constante de adaptação e atendimento para apoiar o comércio online dos lojistas", afirma Renato Orensztejn, presidente da ABCasa.

Além de possibilitar a compra de artigos de decoração e utilitários para casa, a internet também ampliou e popularizou o acesso a esse tipo de informação. Segundo Renato, o acesso à conexão proporcionou a democratização da decoração, uma vez que as ferramentas se tornaram acessíveis. "Antes, o consumidor precisava consultar profissionais, lojas ou até mesmo revistas do setor. Isso demandava mais tempo e dinheiro. Com o acesso à internet, o consumidor verifica uma infinidade de informações rápida e gratuitamente', comenta.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais