Com o tema “territórios”, o 14º Salão Nacional de Artes de Itajaí (SNAI) segue com as atividades até o dia 15 de julho. Exposições de obras ligadas à pintura, gravura, desenho, escultura, cerâmica, tapeçaria, objetos, assemblagem, arte digital, fotografia, vídeo, performance e instalação fazem parte da programação. Na abertura na Casa de Cultura Dide Brandão, realizada na sexta-feira (01), os participantes puderam prestigiar palestras com Denilson Baniwa e Trilha Sapopema. O evento é inteiramente gratuito e integra a agenda oficial em comemoração aos 158 anos do Município de Itajaí.

“A adesão do público na abertura foi acima das expectativas. Não é comum que um número significativo de pessoas frequente um local público no feriado, então isso é um sinal de que a cidade precisava do retorno deste evento após 05 anos sem ser realizado”, afirma Normélio Pedro Weber, Superintendente da Fundação Cultural de Itajaí.

Ao todo, são dez locais para a visitação em Itajaí que se dividem em municipais e parceiros, com horários específicos para prestigiar as obras. O Museu Etno-Arqueológico vai abrir de terça a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados das 10h às 16h. A Casa de Cultura Dide Brandão, Museu Histórico, Casa Konder e Casa Burghardt terão o horário de funcionamento das 9h às 18h, de segunda a segunda, sem fechar aos domingos. Estes locais contarão com mediadores para ajudar na interpretação das obras, das 9h às 13h e das 14h às 18h.

As exceções são o Teatro Municipal e o Mercado Público, que poderão ter o horário de visitas estendido em dias com atrações na agenda.

Já os locais parceiros são: Sesc de Itajaí, de segunda a sexta-feira entre 02 a 15 de junho (inauguração excepcionalmente no sábado dia 02), das 09h às 19h; Itajaí Shopping, de segunda a segunda, das 10h às 22h; e o Terminal Rodoviário, de segunda a segunda, 24h por dia.

Sobre o evento

Com o tema “territórios”, estarão expostas as obras ligadas à pintura, gravura, desenho, escultura, cerâmica, tapeçaria, objetos, assemblagem, arte digital, fotografia, vídeo, performance e instalação. Os artistas que farão parte do evento receberão apoio financeiro. A Fundação Cultural de Itajaí vai adquirir as três obras com melhor avaliação, de acordo com o parecer da Comissão Julgadora.

A 14ª edição do evento é uma realização da Prefeitura Municipal de Itajaí e da Fundação Cultural, em conjunto com o Ministério da Cultura e do Governo Federal.


PROGRAMAÇÃO

LOCAL

ARTISTA / OBRA


Casa de Cultura Dide Brandão | Galeria 1

Carolina Bonfim – Before or after pornography

Tiago Sant’Ana – Refino #2 (Da série Manufatura e colonialidade)

Diego de Santos – Sem Título

Joacélio Batista – Ich Bin der übermensch

Casa de Cultura Dide Brandão | Galeria 2

Elisa Arruda – Sem Título

Henrique Detomi – Sem Título

Paul Setúbal – Compensação por excesso I

Pepi Lemes – Te pego lá fora

Casa de Cultura Dide Brandão | Cafeteria

Paula Pedrosa – Jardim Esperança

Hall do Teatro Municipal de Itajaí

Kauê Garcia – Esquizofonia

Casa Konder

Viviane Teixeira – A Gula e o Bobo Guardião

Bruno Novaes – Mapa de sala

Ilana Bar – Transparências de lar

Lucas Costa – Posição nº 4

Marlos Bakker – SDDS 3404

Museu Etno-Arqueológico

Denilson Baniwa – Mural

Luís Henrique Scwanke – Cobra Coral

Mauro Caelum – Sonha Pode

Etnia Laklãnõ/Xokleng – Trilha Sapopema

Casa Burghardt

Anais Karenin – Shizen tem seca

Andrey Ziggnato – Amarelinha

Daniel Jablonski – Oriente/Ocidente

Teresa Siewerdt – Jardim de Torrões

Daniel Pinho – Limitrocidade

Itajaí Shopping

Eranos – Por onde andei (a confirmar)

Ana Beatriz Artigas – Depois que vc foi

Sesc de Itajaí

Amanda Mei – Segmento | Azul Misterioso

Célio Celestino – Série Camadas Possíveis

Aline Moreno – Contrapostos

Elaine Andrade Arruda – Belém

Marcelo Armani – Concerto diplomático

Mariana Hachem – Hachem

Maíra Ortins – Judith: Somos todos iguais perante a lei

Museu Histórico de Itajaí

Bruno Belo – 04’49”, 04’53”, 04’58”

Karina Zen Guerra de egos

Renan Teles – Nas horas vagas construiu a própria casa

Leonardo Camara – Zona

Evandro Prado – Monumento a Duque de Caxias

Terminal Rodoviário de Itajaí

Elias Andrade – Pronto

Mercado Público de Itajaí

Cássia Aranha – Paralelas cruzadas

Todos os espaços

Mauro Caelum – Sonhar Pode 


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais