Santa Catarina, novembro de 2019 - Foi durante o feriadão da Proclamação da República, que trouxe um spoiler de como será o verão catarinense, que o Green Valley celebrou 12 anos de história. Grandes nomes da cena eletrônica nacional e internacional fizeram os greenlovers dançarem até o amanhecer num cenário paradisíaco e que contou com novidades, já que o Club está passando por reformulações em sua estrutura. A festa, intitulada Reborn, foi histórica, considerada um grande baile eletrônico, com ativações de marca inéditas. Sempre ousando e entregando ao público o melhor da cena eletrônica, eleito por quatro vezes o melhor do mundo pela DJ Mag, o Club movimentou o litoral Norte. 

No line-up, Chemical Surf, que dividiu as pickups com o duo Dubdogz, formando o quarteto Chemical Dogz. Sucesso absoluto em festivais como Lollapazzola e Kaballah, essa junção de talentos surpreendeu o público - que deu um show à parte.

Já o aguardado retorno do projeto sul-africano Goldfish ao Green Valley contagiou o Main Stage, embalando a todos com a boa energia da sua house music injetada por instrumentos musicais e improvisações ao vivo. Uma apresentação para guardar na memória. 

O warm up da noite contou com a estreia do projeto AB & Hamy na tenda eletrônica mais amada do Brasil, que teve ainda Pimpo Gama. Com muita disposição do público, que caprichou na sintonia, Dubdisko encerrou a noite com uma mistura de drops eletrizantes e sonoridades instigantes.

Ao longo desses 12 anos de festas, o Club mais premiado da América Latina já recebeu os principais artistas da cena mundial. São mais de 2 mil nomes do mundo da música circulando em um palco totalmente estruturado, renovado, tecnológico e impactante. Quem já passou pelo Green Valley sabe que há sempre uma mega produção com shows que atendem aos cinco sentidos e levam o público para outra dimensão. Que venham muitos outros aniversários!

COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais