As galerias de arte da Casa da Cultura Dide Brandão sediam duas exposições gratuitas: A poética da obra, da artista Pâmela Reis (Serra/ES) e Pequenos Descasos, de Thiago Boller (Balneário Camboriú). Ambas foram abertas na sexta-feira (02) e o público pode visitá-las até o dia 29 de junho. As exposições integram a programação especial do aniversário de Itajaí.

Em A poética da dobra (Galeria 01), a artista capixaba trabalha com um “acaso” previsto, programado, controlado, integrando o trabalho como um todo. O desenho é o resultado do movimento que o construiu. O olhar, como o desenhar, são atividades perceptivas.

As dobras desta série foram criadas através da observação de diversos tecidos jogados ao acaso, formando drapejamentos de maneira aleatória. O termo drapejamento na verdade tem a ver com o corpo humano. No dicionário, significa: pano disposto em grandes pregas. No desenho significa, além disso, as dobras das roupas em geral, do corpo, das montanhas, dentre outros elementos.

Já a exposição Pequenos descasos (Galeria 02) retrata a sociedade contemporânea. Composta por seis quadros na técnica aquarela sobre canson, os temas escolhidos estão presentes na mídia e abordam os produtos de marcas famosas produzidos com mão de obra escrava, o descaso com o lixo, a exploração do petróleo, o desmatamento, a indústria bélica, entre outros.

As obras mostram que esses problemas são, muitas vezes, minimizados e ignorados. Desta forma, por meio de pinturas em pequena escala são mostrados elementos que remetem a esses “pequenos descasos” do nosso dia a dia.


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)


COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais