Versátil e acessível, há anos o pirão é prato comum no Brasil, principalmente no Sul do país. Por contar com uma base simples, da soma de farinha, água quente e mãos habilidosas, se tornou prático para muitas famílias. Além disso, seu sabor leve permite a mistura com infinitos molhos, sendo os mais tradicionais de peixes e carnes. A iguaria é tão típica no Litoral Norte de Santa Catarina que ganhou um evento em sua homenagem: a Festa Nacional do Pirão, em Barra Velha. A 21ª edição será realizada entre os dias 6 e 10 de setembro oferecendo mais de 10 opções do prato.

No cardápio estão confirmados pirão de peixe frito, linguiça, camarão, caldo de galinha e caldo de peixe. O visitante poderá encontrar ainda opções diferenciadas como pirão acompanhado com miúdo de boi ou de porco, dobradinha ensopada e ovo frito. E os turistas poderão degustar também o prato típico do Litoral Sul do Brasil, o pirão “Cambira”, que é feito com o peixe defumado. O nome vem do cipó “Cambira” muito abundante nas regiões próximas ao mar, que era utilizado no século passado como suporte para o pescado que era exposto ao sol.


O historiador Cacá Fagundes explica que o pirão se tornou típico no Litoral de Santa Catarina após a chegada dos açorianos, responsáveis pela colonização de parte da região. Eles trouxeram a experiência no refino da farinha e aliaram o conhecimento aos índios que já lidavam com a mandioca. Com isso, passaram a produzir uma farinha ainda mais fina que as comercializadas em outras regiões do Brasil. O educador relembra que os açorianos também estimularam a forte tradição pesqueira, tornando o caldo do peixe um dos principais molhos do até então chamado ‘pirão de água’. “Barra Velha, é uma das cidades que possuem maior relação histórica e cultural com pirão de farinha de mandioca. Foi um dos maiores exportadores de farinha nos séculos passados e por isso nada mais justo do que este município ser sede da festa nacional em homenagem ao prato”, acrescenta.

Quem tem interesse em reproduzir em casa um dos pratos mais tradicionais do Litoral catarinense, a equipe da Festa Nacional do Pirão deu detalhes de duas receitas especiais: Pirão de Caldo de Peixe e Pirão de Cambira.

Receita do Pirão de Caldo de Peixe da Festa Nacional do Pirão:

Ingredientes:

400g de peixe

2 tomates

2 dentes de alho

2 cebolas

2 colheres de colorau

2 litros de água

Temperinhos verdes (a gosto)

Pimenta (a gosto)

Azeite ou óleo

Sal (a gosto)

Farinha de mandioca

Modo de Preparo:

É necessário iniciar temperando o peixe com sal e pimenta, na quantidade que desejar. Reserve. Pegue uma panela refogue cebola e alho com o óleo. Em seguida acrescente o peixe e a água e cozinhe. Após, coe o caldo com ajuda de uma peneira e retire a carne do peixe que já estará desfiando. Em outra panela refogue as cebolas e os tomares com o colorau. Acrescente o caldo coado, o peixe e os outros temperos que preferir. Após 15 minutos desligue o fogo e acrescente a farinha até atingir a consistência de pirão. Mexa bem para não empelotar.

Receita de Peixe de Cambira da Festa Nacional do Pirão:

Ingredientes:

2 kg de peixe

6 tomates

4 colheres de óleo

3 colheres de extrato de tomate

3 xícaras de água

1 cebola

1 pimentão (a gosto)

Temperinhos verdes (a gosto)

Farinha branca fina

Pimenta a gosto

Suco de 1 limão

Modo de preparo:

Separe o peixe já dessalgado (para dessalgar é necessário deixar cerca de 12 horas de molho em água, trocando a água a cada duas horas em média). Em uma panela adicione: o óleo, a cebola já picada, os tomates sem casca, o pimentão, a pimenta, o extrato de tomate, temperinhos verdes picados e água fervendo. Em seguida, adicione o peixe e tampe a panela. Deixe cozinhar por mais cerca de 10 minutos. É necessário mexer a cada 3 minutos para evitar que os temperos colem no fundo. Em seguida, desligue o fogo e retire o peixe. Acrescente a farinha até atingir a consistência de pirão. Mexa bem para não empelotar. Ao fim, acrescente novamente o peixe e está pronto para servir.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais