A expectativa aumenta para a segunda edição do Kaballah Festival, que acontecerá no Green Valley no próximo sábado (9), no feriadão de independência. A odisseia musical que entrou para história em 2016, tomará conta de três pistas distintas e complementares, que o club organiza para tornar-se uma noite inesquecível.

Para delírio dos Greenlovers o line up contará com 21 grandes DJs da cena eletrônica que se revezarão no comando das cabines, além da imponente estrutura pensada para receber os apreciadores de grandes festivais.

Começando pelo palco Mainstage, apresentam-se Amine Edge & Dance, misturando o eletrônico com hip-hop, que criaram um gênero novo e muito apreciado no Brasil, o G-House. Seguindo com o DJ e produtor Kyle Watson, que colocou a África do Sul, seu país de origem no mapa da música eletrônica, chamando atenção de grandes clubs da Europa. Vintage Culture, conhecido por sua maneira única de imprimir influências do pop mais retrô, aliadas às modernas batidas do deep house e do nu-disco, junta-se ainda com os DJs Bruno Furlan, Fatnotronic, Lothief e RDT.

No palco Masquerade - projeto do DJ e produtor alemão Claptone, que já se apresentou no Green Valley - onde na edição deste ano do Tomorrowland ganhou uma pista exclusiva, ou seja, girou o mundo e traz o Deep House com uma identidade bastante melódica e sedutora, com o propósito de contagiar a todos. Os também germânicos Tube & Berger, apresentam o Tech House Act, um som que consegue ultrapassar os limites do punk rock e se mover para um ritmo sólido com beats que estremecem as pistas. Seguindo ainda com os DJs Glen, Fancy Inc e Mat.Joe.

Compondo o espaço, o palco Psychedelic Roots terá a super atração Vini Vici - um dos mais aguardados - projeto da dupla Aviram Saharai e Matan Kadosh, hit do momento nos festivais de Trance ao redor do planeta. Em 2016 fizeram história com mais de 15 milhões de visualizações no Youtube, com seu Vini Vici Remix de 'Hilight Tribe - Free Tibet', conquistando o segundo lugar no Beatport - considerado residência mundial de música eletrônica. 

O Psychedelic Roots ainda receberá o Ace Ventura - um dos maiores talentos de Israel no segmento - comandado por Yoni Oshrat, traz na bagagem o lado mais lento e groove da música trance. Liquid Soul - que tem o DJ  Nicola Capobianco por trás do projeto - iniciou cedo pela mágica da música eletrônica e teve suas primeiras experiências tocando progressive trance. Completam o palco ainda os DJs Automack, Blastoyz, Element, San Schwartz, e Zanon.

A trajetória de sete anos no pódio - como um dos melhores clubs do mundo - reflete o aprimoramento em seus festivais, que estão em constante evolução. O Green Valley, nos últimos anos, vem ocupando uma posição de destaque no ranking, mostrando a consistência da marca e carinho do seu público, que é incansável no apoio. Dessa forma reforça e engrandece a imagem do selo dentro e principalmente fora do país. Uma mistura perfeita, onde em mais uma parceria com o Kaballah Festival, promete ser um mega festival. 

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais