Contemplado com a Lei Municipal de Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural, “Aeroporto Itajaí” será lançado nesta sexta-feira (09) no Centro de Documentação e Memória Histórica (Arquivo Público na Casa Lins). O livro escrito pela historiadora Maria de Fátima Maçaneiro Schneider será apresentado ao público a partir das 19h e vendido por R$ 20.

O livro traz um resgate histórico do aeroporto inaugurado oficialmente em Itajaí em 1950. Antes disso, município recebeu o pouso do hidroavião Atlântico, em janeiro de 1927. O vôo que trazia a bordo o itajaiense Victor Konder, ministro da aviação do governo de Washington Luís, é considerado o primeiro da aviação comercial no Brasil.

Na década de 1930, o terminal começou com uma pista de pouso na rua Uruguai. Além da pista feita de macadame, o rio Itajaí-Açu também foi usado para os pousos dos hidroaviões. Em 1949, o aeroporto foi transferido para rua Blumenau, onde funciona hoje o escritório da Celesc.

Foi na rua Blumenau, que o aeroporto ganhou um terminal de passageiros e o nome Salgado Filho, homenagem ao ministro da aviação de Getúlio Vargas. Com problemas de infraestrutura, o terminal mudou novamente. Em janeiro de 1970, o aeroporto já com o nome de Ministro Victor Konder, foi transferido para Navegantes.

A obra aborda também os acidentes que marcaram a história do aeroporto, passageiros famosos e muitas curiosidades. A pista do aeroporto chegou a ser utilizada para prática da farra do boi na década de 1960.

Sobre a autora

Maria de Fátima Maçaneiro Schneider, 53 anos, nasceu em Itajaí e é formada em história pela Faculdade Uniasselvi, de Balneário Camboriú, em 2014.

Serviço

Lançamento do livro “O Aeroporto de Itajaí”, de Maria de Fátima Maçaneiro Schneider

Quando: 09 de junho de 2017 (sexta-feira)

Onde: Centro de Documentação e Memória Histórica | Rua Lauro Muller, 335, Centro

Horário: 19h

Valor do livro: R$ 20

Número de páginas: 114


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)


COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais