O filme "Além da Lama: Memórias, Ausências, História", que apresenta depoimentos de moradores da região de Mariana, em Minas Gerais, atingidos pelo rompimento de uma barragem (Fundão) da mineradora Samarco, foi disponibilizado no YouTube. Ele pode ser conferido clicando aqui: https://www.youtube.com/watch?v=RP6QFcJgsrA.

A produção é resultado da parceria entre a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Universidade Regional de Joinville (Univille) e Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em articulação com o Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), Sala Verde e Escolas Sustentáveis.

As imagens foram captadas em julho, por meio de oficinas, realizadas na cidade do desastre, direcionadas a jovens, crianças e adultos das comunidades diretamente atingidas, como uma ação do 50º Festival de Inverno de Ouro Preto, a partir de práticas da arte-educação ambiental e da abordagem metodológica "Trilha da Vida".

O filme retrata processos ocorridos nestas oficinas e apresenta algumas histórias dos atingidos e seus dramas atuais, passados dois anos da tragédia. Os depoimentos colhidos falam sobre as lembranças que as pessoas têm do lugar e das paisagens frente à realidade atual, em que convivem com as imagens de seus lares destruídos, sem perspectiva de retorno.

Os editores do filme, Elielson Bernardino e Rafael Langella, tiveram o cuidado de envolver os participantes da oficina e os que foram selecionados para entrevista, em todo o processo de produção e edição do filme.

Além do curta-metragem, a oficina deu origem a um livro com mais de 30 histórias de vida escritas, que está sendo pré-editado em cartonaria e será finalizado com os atingidos de Mariana, para disseminar e fortalecer a luta dos movimentos sociais e dos atingidos pela barragem.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277



COMENTE ESSA HISTÓRIA