Após os escândalos envolvendo grandes empresas do ramo alimentício no Brasil, a população passou a desconfiar da procedência de muitos alimentos que consome, principalmente a carne vermelha. Diversas notícias negativas envolvendo frigoríficos, acabaram por prejudicar a exportação da carne brasileira. Na contramão de tudo que vem acontecendo no país, um frigorífico de Santa Catarina é exemplo positivo de qualidade e ética. Somente no primeiro semestre de 2017, o Frigorífico São João cresceu uma média de 25% em vendas, de acordo com o departamento comercial.

Atualmente comandado pela família Espíndola, a empresa é habilitada no Sistema de Inspeção Estadual (SIE), que autoriza a venda somente em Santa Catarina. De acordo com Ricardo Faria, comercial do Frigorífico São João, uma das metas para o futuro é habilitar a empresa no SIF (Sistema de Inspeção Federal) para aumentar sua área de atuação.

Fundado em 1º de Dezembro de 1974, a empresa localizada em São João do Itaperiú, tem em seu histórico cinco certificações: Novilho Precoce, Novilho Super Precoce, Angus, Hereford e Devon. Estas certificações garantem que os cortes do Frigorífico São João são realmente das raças Angus, Hereford e Devon, cujo animais são de origem britânica e sua carne se diferencia pela maciez, suculência e sabor. Tais características são comprovadas pelos melhores chefs de cozinha do mundo. 

Entenda mais sobre a carne Angus

Entenda mais sobre a carne Hereford


O Frigorífico São João foi o 9º frigorífico do Brasil a receber o certificado da Associação Brasileira de Angus, o 1º fora do Rio Grande do Sul a receber o certificado da Associação Brasileira de Hereford e Bradford e o 1º frigorífico do Brasil a receber o Certificado da ABCD, Associação Brasileira de Criadores Devon. Raças Britânicas que se destacam por produzir marmoreio interno das fibras, critério muito valorizado pelos consumidores mais exigentes dos cortes prime. 

Considerado um dos mais conceituados frigorífico do Brasil, sua estrutura é utilizada para visitas técnicas da Vigilância Sanitária de Balneário Camboriú.  A visita serve para ampliar o conhecimento dos fiscais nesta área e aprimorar as vistorias no comércio de carnes da cidade, como supermercados e açougues. Além da Vigilância Sanitária de Balneário Camboriú, semanalmente o frigorífico recebe visitas técnicas de diversas entidades como a  Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC), Fundação do Meio Ambiente (FATMA), entre  outras. 

História

Visando um futuro melhor para sua família, no dia 2 de Dezembro de 1950, o casal João Espindola e Erna Kohler Espindola, juntamente com seus filhos, deixaram a cidade de Jaraguá do Sul com destino a Barra Velha em uma carroça puxada a cavalo. 

Ali se iniciou um pequeno negócio de abate de bovinos e suínos, e foi também a cidade onde nasceram os filhos Ademar, Esmael e João. Cinco anos mais tarde, em 2 de Dezembro de 1955, mudaram-se todos para São João do Itaperiú, onde nasceram os filhos Maria Madalena, Maria Magalia e Maria do Carmo. 


Em 2 de Dezembro de 1962 o Sr. João Espindola veio a falecer e com muita dificuldade, mas também muito trabalho e garra, a Sra. Erna juntamente com seu filhos continuaram trabalhando com o abate de bovinos e suínos, sempre buscando um futuro próspero, sólido e grandioso. 

Assim em 1º de Dezembro de 1974 foi fundado o Frigorífico São João, empresa que se tornou o que sonharam seus fundadores: PRÓSPERA, SÓLIDA E GRANDIOSA.

Fonte:  http://www.frigorificosaojoao.com.br

Qualidade

Um dos objetivos da empresa é a produção de carne de qualidade, vinda de animais jovens e bem terminados, através do pagamento diferenciado aos produtores. Em parceria com o Governo do Estado de Santa Catarina, através da CIDASC, o frigorífico participa do Programa Novilho Precoce, que retorna ao produtor uma percentagem do valor pago pelo frigorífico pelo rebanho. O Programa da marca Novilho Super Precoce, criado e administrado pelo Frigorífico São João aumenta o retorno para animais que passaram no Programa Novilho Precoce, e que possuem um melhor terminamento e conformidade de carcaça. 

Em junho de 2017, foi lançada a marca "Do pasto da Fazenda São João". Bois castrados, com média de cinco anos de idade, 100% pasto, ou seja, foram criados cinco anos somente comendo capim, o que acentua o sabor da carne de uma forma incrível, aliado a maciez.

Frigorífico São João



O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277



COMENTE ESSA HISTÓRIA