Chegou? Cumprimente. Bagunçou? Arrume. Errou? Peça desculpas. Estas são algumas das tarefas do jogo "Tenha Modos", criado pela psicóloga Ana Paula Garcia Dellagiustina, acadêmica do Mestrado em Saúde e Gestão do Trabalho da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), e pela professora Camila Broering Volpato, do curso de Psicologia da Univali, para auxiliar no desenvolvimento de habilidades sociais em crianças.

A ideia surgiu em um encontro informal entre as psicólogas, que são amigas e conversavam sobre as necessidades percebidas nos atendimentos clínicos ao público infantil, de ter algum recurso lúdico para trabalhar estas habilidades: "Vimos que havia poucos recursos neste sentido e nenhum deles era um jogo de tabuleiro. Produzi um protótipo e comecei a utilizá-lo nas terapias. A partir do piloto enriquecemos a proposta e apresentamos a uma editora que agora está comercializando o jogo", explica Ana Paula.


"Somos amigas e como eu já orientei alguns projetos semelhantes, colocamos a ideia no papel, lapidamos e apresentamos à editora. Fico muito feliz em ver estes novos recursos ganhando forma e aplicação", ressalta a psicóloga e professora, Camila Volpato.

 A testagem da eficácia do "Tenha Modos" será tema de pesquisa de Ana Paula, no mestrado, sob orientação do professor Leo Lynce Valle de Lacerda. Ela diz que no momento está na fase da coleta de dados, mas o objetivo principal é avaliar a eficácia da estratégia lúdica no desenvolvimento de habilidades sociais.

Quem pode jogar e onde?

O jogo é recomendado para crianças com idade entre cinco e dez anos, e pode ser utilizado durante as sessões de terapia e em outros espaços, como na escola e em casa, tendo um adulto como mediador. O recurso lúdico baseia-se nos princípios da Teoria Cognitiva Comportamental, ou seja, utiliza do reforço para estimular o bom comportamento, proporcionando aprendizagem social e ampliação do repertório da criança.

O "Tenha Modos" pode ser adquirido pela internet, em www.terapiacriativa.com.br/jogos-terapeuticos/tenha-modos/.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA