A Central de Emergência 153 contatou o Projeto de Monitoramento de Praias (PMP) da Univali para enviar uma equipe ao local e prestar a assistência necessária ao leão-marinho. A suspeita é de que o animal parou no local para descansar ou não está em bom estado de saúde.

É importante salientar que por se tratar de uma espécie selvagem, durante a permanência do animal na praia, não é aconselhável a proximidade da população, pois o mesmo não é habituado e pode sentir-se ameaçado, não sendo possível prever sua reação nesse caso.


COMENTE ESSA HISTÓRIA