O novo sistema de abastecimento de Bombinhas foi projetado com foco nas melhores práticas de engenharia e sustentabilidade. Antes de iniciar as obras, a concessionária Águas de Bombinhas elaborou também um plano de compensações ambientais, contribuindo com a preservação da região.

Um dos pontos positivos da obra em relação ao meio ambiente é a redução da exploração do Rio Perequê, atualmente utilizado para o abastecimento de Bombinhas, Porto Belo e Itapema. Assim que Bombinhas iniciar a nova captação no Rio Tijucas, o manancial de Porto Belo deixará de abastecer o município. Como consequência, terá mais disponibilidade de água tanto para Itapema como Porto Belo, além de contribuir para a perenidade e preservação do manancial.

Conforme a diretora executiva da empresa, Thais Forest Gallina, uma das preocupações deste novo projeto é o equilíbrio ambiental, através da sustentabilidade ambiental e social, e gestão dos recursos hídricos. "Após a conclusão da obra, toda a bacia será beneficiada através de uma distribuição mais homogênea de água. Será um respiro para o manancial, já bastante explorado, e um conforto para população que espera por uma solução", comenta.

Ainda de acordo com a diretora, uma das compensações ambientais da concessionária é a doação de mudas de plantas para o Comitê da Bacia do Rio Tijucas. Ao todo, serão entregues 6500 mudas de diversas espécies nativas. Outra ação da empresa é a regularização das áreas de preservação do parque de Zimbros e a revitalização de parte da orla na praia de Porto Belo. "O projeto da orla é independente do novo sistema, é uma contrapartida da concessionária para a cidade", completa.

Por fim, a empresa investiu ainda em equipamentos e aparelhos voltados para a eficiência energética, como forma reduzir o uso de energia. "Todo o projeto foi elaborado utilizando programas de simulação computacional de sistemas de água para validar alternativas, além de materiais e equipamentos que permitem a redução de perdas de água, consumo de energia e segurança na operação do sistema", encerra a diretora.

 

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA