Os avanços em tratamentos para câncer do rim receberam destaque neste sábado, no 57° Encontro Catarinense de Urologia, realizado em Gaspar. O evento contou com profissionais de todo o Estado e de São Paulo. A médica oncologista da Clínica Neoplasias Litoral, Grazielle Cristina Felippe foi a responsável pela última palestra do evento, que aconteceu entre os dias 20 e 22 de outubro, e destacou a imunoterapia como a grande revolução em tratamento para pacientes com diagnóstico de câncer de rim, ou cientificamente falando: o carcinoma de células renais metastático.

Neste momento, já existem medicamentos IMUNOTERÁPICOS aprovados no Brasil, que apresentaram resultados promissores e respostas melhores que os tratamentos convencionais e já estão sendo comercializados. Porém, ainda não estão disponíveis no Sistema Único de Saúde. A boa notícia é que além dos medicamentos aprovados, também acontecem inúmeras pesquisas clínicas para testar outras medicações, que buscam oferecer qualidade de vida aos pacientes, menos efeitos colaterais e sobrevida. As pesquisas clínicas são oferecidas de forma gratuita aos pacientes. 

A Clínica Neoplasias, através do Centro de Novos Tratamentos Itajaí, está inserida no rol de clínicas mundiais que oferecem pesquisa clínica para pacientes com uso da imunoterapia para pacientes com câncer de bexiga. É um novo medicamento que está em fase experimental para quem ainda não iniciou tratamento com quimioterapia. Esta mesma fórmula em estudo já foi aprovada no Brasil neste mês, mas para quem já havia passado pela quimioterapia. Isso quer dizer que já apresentou bons resultados e agora vai atender um novo público de pacientes. 

Após a apresentação na tarde de sábado, houve ainda a discussão de casos clínicos entre os especialistas participantes do encontro, que falaram sobre câncer de rim, de bexiga e câncer de próstata.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA