A decisão de enviar um ofício para o juízo da Vara da Família foi tomada na manhã desta terça-feira, 26, durante reunião entre o presidente da subseção da OAB de Itajaí, Murilo Zipperer e as presidentes das comissões temáticas: Iara Rauber, de Direito de Família e Luiza Silva, de Assuntos Judiciários.

A iniciativa levou em conta as reclamações apontadas pelos advogados da comarca aos representantes da OAB. Entre os pontos estão: a demora na prestação jurisdicional, o saneamento parcial (as correções dos atos processuais estão sendo feitas a "prestação", ou seja, não é solicitada aos advogados a correção ou juntada de documento de uma só vez, e sim de forma parcial), a ausência do direito do advogado em ser atendido sem nenhuma restrição e com privacidade e a demora na expedição dos alvarás.

O documento foi encaminhado para a Vara da Família e a Ordem dos Advogados do Brasil irá aguardar a resposta da juíza, para analisar e tomar as providências que entender necessárias.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA