Atividades e reuniões dos 26 Conselhos Municipais de Balneário Camboriú passarão a ser acompanhadas de perto por integrantes do Observatório Social da cidade (OSBC). O objetivo é monitorar a formulação de políticas públicas, a definição de ações prioritárias, captação, administração e aplicação dos recursos públicos nas mais diversas áreas como saúde, educação, criança e adolescente e assistência social, por exemplo. Além disso, o Observatório quer ajudar a fortalecer a participação da sociedade civil organizada nessas entidades.

"Os conselhos de políticas públicas existem para concretizar a participação da sociedade nas decisões de governo. Infelizmente, muitas pessoas não conhecem ou não entendem sua importância para a democracia e nem sabem que podem participar. Acompanhar o que é decidido ali, é saber de antemão o que vai acontecer em áreas prioritárias da nossa cidade", explicou o presidente do Observatório Social de Balneário Camboriú, Estácio Santos Pereira Filho.

A participação mais próxima do OSBC foi definida depois de uma reunião dos conselheiros com a diretora da Casa dos Conselhos da cidade, Ketlin da Rosa Talevi. Segundo ela, a participação da sociedade é essencial para a melhoria das políticas e dos serviços públicos. "A união da sociedade civil, sua atuação e controle social é o que fará evoluirmos nos serviços públicos. O nome do Observatório não é à toa, ele tem a responsabilidade de olhar, ver e acompanhar os gastos públicos. São voluntários que estão dispostos a fazer uma construção coletiva e que inclusive farão o acompanhamento e a observação da atuação dos conselhos municipais", disse a diretora.

Segundo o presidente do OSBC, o nome dos conselheiros voluntários que acompanharão os conselhos já está definido e, em um primeiro momento, os conselhos de Saúde, Educação e Assistência Social serão priorizados. "São Conselhos que definem políticas essenciais e que lidam com um montante expressivo de verbas públicas que queremos acompanhar de perto", disse Pereira Filho.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA