A prefeita de São José, Adeliana Dal Pont, transmitiu o cargo a Morastoni, que na gestão passada era vice-presidente da Fecam. No discurso de posse, o prefeito de Itajaí ressaltou que a federação representa a força do municipalismo catarinense.

“É no dia a dia das cidades que podemos medir o grau de desenvolvimento da nação. Hoje iniciamos um novo desafio e eu proponho uma gestão compartilhada, com articulação permanente com as associações de municípios”, destacou Morastoni.

O novo presidente também lembra que são muitos os desafios individuais de cada município, mas com a união dos prefeitos é possível conquistar mais recursos para Santa Catarina. Uma das propostas iniciais é a criação de câmaras técnicas para buscar soluções para problemas comuns, como no caso da saúde.

“Vamos monitorar os interesses dos municípios e trabalhar com transparência, diálogo, otimismo e determinação. Temos muito trabalho pela frente e uma grande equipe”, finalizou Morastoni.

Itajaí ficou quase duas décadas sem atuação direta na Fecam. No ano passado, Volnei Morastoni assumiu como vice-presidente da entidade e já era o nome visado para assumir a presidente na atual gestão.

Sobre a Fecam

A Fecam atua em parceria com as 21 associações de municípios do estado, como a AMFRI, e coleciona conquistas em prol do crescimento e desenvolvimento das cidades, fortalecendo a gestão pública municipal e dando voz aos prefeitos. O resultado é a melhoria da qualidade de vida da população.

COMENTE ESSA HISTÓRIA