Foto: Graciela Fell/Divulgação

Manifestantes fazem protestos e paralisações em Santa Catarina nesta sexta-feira (30) pelas Diretas Já e contra reformas em tramitação no Congresso. Pelo menos três rodovias registram bloqueio no início da manhã. Na Grande Florianópolis, os ônibus pararam de circular às 8h e só devem voltar às 11h. À tarde também está previsto outra paralisação de duas horas.

Rodovias

Em Florianópolis, o bloqueio da BR-282 começou por volta das 6h no km 0,5, na área continental. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um grupo de cerca de 50 pessoas fechou a Via Expressa na direção da Ponte Pedro Ivo, que dá acesso à ilha. Os manifestantes afirmam que aproximadamente 200 pessoas participaram do ato, entre entidades sindicais, representantes das centrais, movimentos sociais e estudantes.

Por volta das 6h30 começou um confronto entre Polícia Militar e manifestantes. Conforme a RBS TV, bombas de efeito moral foram jogadas para tentar liberar o trânsito. Duas pessoas ficaram feridas, segundo os manifestantes. Alguns relataram também uso de gás de pimenta. Após ação da PM, por volta de 6h50, os participantes se dispersaram e a rodovia foi liberada.

Ainda em Florianópolis, foi ateado fogo em pneus na SC- 401 no km 18,300, no bairro João Paulo. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), a rodovia ficou bloqueada no sentido Centro por 40 minutos e foi liberada pouco antes das 6h30. Segundo a polícia, cerca de 10 pessoas atearam o fogo e já saíram do local.

Em Navegantes, no Litoral Norte do estado, a BR-470 foi totalmente bloqueada no km 08 por uma hora e meia, desde às 5h30. Cerca de 200 pessoas estavam na rodovia, segundo a PRF, e aproximadamente 400, segundo os manifestantes.

Por volta das 7h, manifestantes ligados à Central Única dos Trabalhadores (Cut), ao Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), ao Levante Popular da Juventude e de outras centrais sindicais caminharam pela BR-470 em direção à BR-101. Eles bloquearam o km 110 no sentido Norte da BR-101 entre Navegantes. A PRF não soube dizer a extensão da fila.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)



COMENTE ESSA HISTÓRIA