O prêmio foi simbólico, US$ 250, mas o que ele representa para Rafael Fontes, é muito mais do que o dinheiro pode oferecer:  a realização de um sonho. Formado em 2008 pela Univali,  o publicitário de Barra Velha competiu com 191 freelancers de todo o mundo, que tiveram a oportunidade de criar o logotipo do projeto "Nasa In Space Manufacturing Refabricator". Este projeto tem o objetivo de testar impressoras 3D no espaço, a partir da Estação Espacial Internacional e fabricar peças de reposição lá mesmo.

Entre as exigências da Nasa, o logo deveria conter temas como a exploração espacial, reciclagem e fabricação sob demanda. "Fiz um 'patch' para o concurso de acordo com a linha artística dos demais patchs dos programas espaciais da NASA. Desde criança gostei do assunto e conhecia a linguagem nesse sentido usada pela NASA, pelas missões espaciais, etc. Consegui associar esta percepção às necessidades do briefing do concurso", explica Rafael.


O conceito principal era "reutilização", já que o astronauta poderá aproveitar os objetos que dispõe no espaço transformando-os de acordo com sua necessidade por meio dessa máquina, o Refabricator, que é uma impressora 3D que tem a capacidade de reaproveitar materiais. 

Rafael soube da primeira oportunidade através de uma professora da faculdade, Lilian Muneiro, após isto, participou de três concursos no total, enviando mais de 100 opções, entre ideias e modificações. No último concurso, foram cerca de 30 logotipos. "Foi uma história legal, pois acreditava que poderia ganhar e me esforcei pra conseguir. Pra mim, foi além de um projeto profissional, já que isso acabou virando um projeto de vida. Gosto do assunto e desde criança sempre sonhei em poder fazer algo na NASA ou pelo espaço", comemora.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA