O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU), por meio do seu mais recente anuário, revela que nos últimos cinco anos houve um crescimento de 47% no total de trabalhos realizados por arquitetos e urbanistas. Mas é oportuno lembrar que o setor também passou pelos ‘sobes e desces’ causados pela economia, mas ainda assim resiste aos tropeços do mercado com firmeza. Ainda de acordo com o levantamento, projetos de arquitetura de interiores correspondem a apenas 5,35% dos 53% referente à projetos. Ou seja, apenas 5,35% do público utiliza o profissional da forma correta, com a emissão do RRT (Registro de Responsabilidade Técnica).

Se um projeto de interiores for bem planejado é possível abater em 25% os custos de execução da obra, impedindo ainda problemas com fornecedores ou retrabalhos. Mas casos de pessoas que não contrataram mão-de-obra profissional e se arrependeram são inúmeros pelo Brasil. Muitos vão por esse caminho geralmente em razão dos valores que encontram no mercado. Porém, com as alternativas que existem atualmente disponíveis, esse conceito pode ser enganoso. A ArkDek, por exemplo tem sido uma resposta para projetos de reformas de interiores ou decoração, pois se trata de uma plataforma de arquitetura que oferece multisserviços online para quem planeja reformar seu imóvel de forma mais acessível. Além disso, tem atendido muitas pessoas que tentaram uma solução simplista, home made, e que depois se arrependeram. Há até uma frase clássica sobre o dilema da contratação de mão de obra especializada ou não: “Se você pensa que é caro contratar um profissional para o trabalho, espere até contratar um amador”, sentenciou certa vez, o bombeiro corporativo da American Oil, Red Adair. 

O conselho de Arquitetura e Urbanismo comprovou que essa prática da solução doméstica não é exceção é a regra, uma vez que um número assustador de 85% dos brasileiros ainda reforma sem suporte de projeto técnico.

Uma cliente da ArkDek, por exemplo, não havia utilizado o apoio de um projeto na primeira reforma do seu apartamento e isso acabou se tornando um episódio marcante em sua vida. Ela queria ter uma lava-louça na cozinha, mas além de o pedreiro ter esquecido de colocar a saída de água e ser necessário quebrar a parede novamente, no momento de encaixar o gabinete da pia, o espaço para embutir não era suficiente, o que a impediu de usufruir de sua máquina tão desejada. “Às vezes o que parece ser uma economia acaba sendo muito pior e eu não faria uma reforma desse tipo novamente. Foi muito estressante”, lamenta ela.

Um novo olhar para obras

Os arquitetos Fernanda Castilho, Ivan Cassola e Rafael Haiashida, idealizadores da ArkDek, aproveitaram que a tecnologia tem ampliado as possibilidades de negócios e desenvolveram um jeito interativo de conectar interessados em reformar com designers e arquitetos. 

Ivan Cassola - arquiteto, sócio-fundador da ArkDek

O primeiro passo é identificar e escolher qual é o estilo de decoração preferido para o projeto e, para isso, o site possui um teste e guia de estilo.

A plataforma oferece a possibilidade de adquirir projetos técnicos online no valor de R$ 400,00 por ambiente, além de o cliente ganhar descontos que podem variar de 5% a 15% ao escolher mais ambientes. Portanto, basta definir o número de ambientes que automaticamente será definido o custo do projeto.

O arquiteto neste caso não vai ao local da obra, nem acompanha diretamente a execução, porque tudo é feito online. Esse procedimento reduz bastante os custos, porque o profissional otimiza bastante seu tempo. Portanto, um projeto que exigiria pelo menos uns 45 dias de trabalho na técnica tradicional, na verdade leva 25 dias no sistema ArkDek.

Após a compra do projeto o cliente receberá um formulário detalhado para preencher com o máximo de informações possível. Poderá anexar fotos dos ambientes, imagens de referências, e demais arquivos que achar necessário. Quanto mais informações conseguir passar melhor ficará o seu projeto.

Posteriormente o cliente tem a chance de falar sobre seu projeto diretamente com o arquiteto de sua escolha, realizando uma reunião online. Na sequência, receberá uma planta conceito com imagens de referências para verificar se o conceito do projeto está de acordo com os seus desejos e necessidades. Apenas com a sua aprovação o arquiteto avançará para os desenhos técnicos do seu projeto.

No final do processo é entregue um guia completo para execução da obra. No guia constam informações como por exemplo, a lista com a quantidade e tipos de materiais, imagens de referência, indicações de localização e medida dos mobiliários, tipos depisos e revestimentos, planta de demolição, pontos de hidráulica e elétrica, entre vários outros detalhes técnicos fundamentais para o resultado da reforma ser bem-sucedido.

“A plataforma veio para tornar os serviços arquitetônicos mais econômicos para os brasileiros, com um valor mais acessível, mas com projetos técnicos customizados, rápidos e de qualidade. A proposta é auxiliar e evitar problemas como os de não ter as medidas corretas, erros de cálculo de materiais ou gastar o dobro do planejado por falta de suporte técnico” esclarece o sócio, Ivan Cassola. 

Ele defende ainda que é preciso democratizar o setor, pois existem cidades em que a oferta de profissionais de arquitetura é reduzida e, assim sendo, o projeto online não tem barreiras e pode levar arquitetura de qualidade para qualquer canto do país.

“Ninguém quer desperdiçar tempo e dinheiro, e para atender a demanda do mercado cada vez mais dinâmico, precisávamos criar uma solução que aliasse modernidade no atendimento, velocidade, informação e preço”, ressalta Ivan Cassola.

Sobre a ArkDek

A ArkDek é uma plataforma de arquitetura de interiores que conecta quem precisa reformar sua casa ou apartamento com arquitetos de maneira 100% digital.  A proposta é entregar um projeto técnico completo mais barato e rápido do que a maneira tradicional. Para isso, a ArkDek conta com arquitetos e escritórios de arquitetura qualificados que buscam, através de um projeto técnico, tornar a reforma mais assertiva, precisa e econômica.

Selecionada entre mais de 150 startups do ramo, a ArkDek hoje é apoiada pelo laboratório de inovação da empresa Masisa, o Masisa Lab.

Idealizada por Fernanda Castilho, Ivan Cassola e Rafael Haiashida, arquitetos de São Paulo que encontraram uma maneira inovadora de atuar no ramo de arquitetura e projetos de interiores.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA