Um crime ocorrido no dia 22 de fevereiro deste ano, o qual vitimou o engenheiro Sérgio Renato Silva, de 64 anos, na Rua Renato Merlim Cunha, Praia Brava, Itajaí, foi solucionado pela DIC de Itajaí. A vítima foi assassinada com disparos de uma 9 mm P. no pátio de sua casa por Guilherme Habeck e Matheus Zacarias. Sérgio foi chamado até o portão, mas percebeu a atitude suspeita. Ao tentar voltar para dentro de casa, acabou sendo baleado pelas costas. Cinco pessoas foram identificadas por envolvimento no crime.

Assim que iniciaram as diligências investigativas e a analisar imagens de monitoramento, os policiais conseguiram identificar uma motocicleta nas proximidades do local. Era uma Honda/CG 125 TITAN, que pertencia a um dos suspeitos detidos. Ele já possuía passagens por embriaguez, furto, injúria e envolvimento com tráfico. Suspeita-se que a moto foi usada pelos assassinos do engenheiro. Outro dos suspeitos também possuía passagens por crimes de trânsito e violência doméstica, além de roubo com privação de liberdade. De acordo com o Delegado, um dos cinco suspeitos publicava mensagens em rede social ostentando obtenção de dinheiro com o delito.

A vítima havia recém deixado o posto de diretor de projetos de uma Secretária de Planejamento e o crime era tratado como execução. O Delegado de Polícia responsável pela DIC de Itajaí, Weydson da Silva, apresentou a conclusão do inquérito e fez coletiva na tarde desta terça-feira (20), sobre o assunto. Dos cinco indiciados, quatro estão presos preventivamente e um está foragido. Os presos são: Jefferson Peyerl, dono da moto usada no crime, Guilherme Kurt Habeck, conduzia a moto, Lucas da Silva, teria feito uma segunda ronda pela casa do engenheiro antes do crime e Paulo Anderson Morais dos Santos, suspeito de ter organizado o assassinato. O homem que estava na carona da moto no momento do crime, Matheus Zacarias Dutra, encontra-se foragido. 

Fonte: Polícia Civil de Santa Catarina. 


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)



 

COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais