A Polícia Rodoviária Federal capturou na noite desta quinta-feira (5), em Barra Velha, os três criminosos responsáveis pela tentativa de homicídio de um homem no Bairro da Barra. Na ocasião, a mulher identificada com Edina, esposa da vítima, foi a mentora do crime e contou com a ação do amante e outros dois homens, um deles era seu filho (de outro casamento).

O crime chocou a comunidade pois a vítima é um cidadão de bem e foi brutalmente agredido com um machado, facão e um porrete, resultando em graves lesões na cabeça, traumatismo craniano, entre outras lesões, vindo a perder completamente um dos olhos.

Após o crime, o filho menor da vítima (que conseguiu fugir do ataque) passou a contar com o apoio de policiais miliares, inclusive de folga, dando-lhe assistência e coletando informações. 

A informação repassada pelo adolescente a um dos policiais miliares dava conta que um dos criminosos anunciou o veículo para venda em Joinville. A informação foi repassada pela PM para a PRF que ficou atenta no trecho entre Balneário Camboriú e Joinville, vindo a lograr exito na abordagem do veículo na data de hoje, prendendo os três autores da tentativa de homicídio. Os três estavam com mandado de prisão ativo.

O quarto elemento foi capturado em casa pela Polícia Militar nodia seguinte ao crime.

A prisão dos quatro envolvidos no crime demonstra o empenho das instituições que não mediram esforços em dar uma resposta à vítima e à sociedade

Relembre o caso

Na madrugada de quinta feira (14/9), por volta das 3h da madrugada, houve uma ocorrência de tentativa de homicídio em uma residência na rua Bento Cunha, Bairro da Barra, em Balneário Camboriú. Segundo informações, três homens invadiram uma residência e agrediram um homem de aproximadamente 45 anos que foi levado em estado grave para o hospital. O filho da vítima, um adolescente de 16 anos que dormia no quarto ao lado, acordou com os autores agredindo seu pai e  correu para pedir ajuda.

Os suspeitos fugiram do local com o veículo da vítima. A ocorrência foi atendida pela guarda municipal.

Por volta das 13h do mesmo dia, uma testemunha esteve na base comunitária Polícia Militar que fica na praça do pescador, no mesmo bairro, e informou o local onde encontrava-se um dos agressores. A guarnição fez diligências e localizou um dos suspeitos, sendo conduzido à delegacia de Polícia Civil para procedimentos e investigação do crime.

O suspeito foi identificado como Júlio Cesar Fernandes Júnior, 18 anos. Ele possui boletins de ocorrência por desobediência e direção perigosa.

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277



COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais