Durante a tarde desta sexta-feira (29), foi realizada a abertura dos envelopes que determina a compra de um software milionário para o município de Itajaí. A única empresa que se apresentou foi a Neoway Tecnologia Integrada Assessoria. O valor investido seria de R$ 2.090.000,00 (dois milhões e noventa mil reais), em um contrato de 12 meses. Devido a falta de outras empresas para a licitação, o procedimento ainda não foi finalizado. O processo ainda passará por análise de documentos, entre outras burocracias, até ser publicado no Diário Oficial. 

De acordo com nota oficial, a prefeitura informou que o sistema contribuirá com a melhora da arrecadação municipal, sem o aumento de impostos, a partir do cruzamento de dados disponíveis nas mais variadas plataformas. “Será possível identificar sonegações, atualizar a dívida ativa, auxiliar nos processos licitatórios e fazer um monitoramento tributário em tempo real. Além disso, a tecnologia será uma importante ferramenta para definição de políticas públicas específicas. Trata-se de um investimento único que contribuirá com o equilíbrio das contas públicas e ainda oferecerá subsídios para a tomada de decisões com base em dados concretos”.

Dias antes, técnicos do Observatório Social de Itajaí enviaram ao Prefeito Volnei Morastoni um ofício, no qual é questionada a necessidade da compra. Segundo o presidente do OSI, Paulo Sabatke Filho, este gasto é excessivo e tal sistema poderia ser desenvolvido por funcionários do próprio Centro Tecnológico da prefeitura. Manifestações via whatsapp também criticaram o valor, argumentando que o governo federal disponibilizaria gratuitamente um sistema semelhante. 

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277




COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais