A Câmara de Vereadores de Itajaí realizou na noite desta quinta-feira (25), a sessão extraordinária nº 2/2018. A sessão extraordinária foi realizada para discussão, em regime de urgência e em única votação, do Projeto de Lei Ordinária nº 237/2018, do Executivo Municipal. O projeto, aprovado com 13 votos favoráveis e quatro contrários, autoriza o prefeito municipal a contrair empréstimo de R$ 31 milhões para obras de saneamento.

A operação de crédito será realizada junto a Caixa Econômica Federal, no programa Avançar Cidades – Saneamento Para Todos. O prazo de carência para o pagamento do financiamento será de 34 meses e o empréstimo dividido em até 240 meses, após a carência. O projeto de lei estabelece ainda os encargos financeiros, sendo: taxa de juros de 6% ao ano, mais a Taxa de Administração de 2% ao ano sobre o saldo devedor, mais a Taxa de Risco de Crédito de 0,5% ao ano.

De acordo com o Executivo, os recursos desse empréstimo serão aplicados na implantação de sistema de esgotamento sanitário nos bairros Carvalho, Ressacada, Nossa Senhora das Graças, Dom Bosco, São Judas, Vila Operária e parte do bairro São João, que atenderá cerca de 6,5 mil residências.

O Projeto recebeu os votos favoráveis dos vereadores: Beto Cunha (PSDB), Calinho Mecânico (PP), Celia Filha do Elói (PSB), Eduardo Kimassa (PRP), Fernando do Ônibus (PDT), Marcelo Werner (PC do B), Murilo Pereira (PP), Renata Narcizo (SD), Rubens Angioletti (PSB), Rubens Pacheco (PPS), Thiago Morastoni (MDB), Tonho da Grade (PP) e Vanderley Dalmolin (MDB). Os votos contrários foram dos vereadores: Edson Lapa (PR), Fernando Pegorini (PP), Nikolas Reis (PSB) e Robison Coelho (PSDB).

PEDIDO DE URGÊNCIA

O PLO aprovado foi apreciado após aprovação do Pedido de urgência 41/2018. O pedido de urgência recebeu os votos favoráveis dos vereadores: Beto Cunha (PSDB), Calinho Mecânico (PP), Celia Filha do Elói (PSB), Eduardo Kimassa (PRP), Fernando do Ônibus (PDT), Marcelo Werner (PC do B), Murilo Pereira (PP), Renata Narcizo (SD), Rubens Angioletti (PSB), Rubens Pacheco (PPS), Thiago Morastoni (MDB), Tonho da Grade (PP) e Vanderley Dalmolin (MDB). Os votos contrários foram dos vereadores: Edson Lapa (PR), Fernando Pegorini (PP), Nikolas Reis (PSB) e Robison Coelho (PSDB).


O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


 

 

COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais